Exportar registro bibliográfico

Diferenciação de modelos para LINERs / (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: MENEZES, ROBERTO BERTOLDO - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: AGA
  • Subjects: ASTROFÍSICA ESTELAR; GALÁXIAS
  • Language: Português
  • Abstract: O principal objetivo desse trabalho foi determinar quais os mecanismos físicos mais relevantes na origem dos espectros de baixa ionização dos LINERs NGC 4736 (M 94), NGC 404 e NGC 4579 (M 58), que foram observados com IFU ("Integral Field Unity") do GMOS ("Gemini Multi-Object Spectrograph") do telescópio Gemini Norte. Para isso, os cubos de dados desses objetos foram analisados utilizando-se várias metodologias como síntese espectral, simulação espectral com software "Cloudy" e a Tomografia PCA, que é um método inovador que utiliza a robusta ferramenta estatística da Análise de Componentes Principais ("Principal Component Analysis"-PCA) em cubos de dados. Ao final do trabalho, foram obtidas informações relevantes sobre os mecanismos físicos responsáveis pelos espectros observados nos LINERs mencionados. Em NGC 4736 foi detectada a presença de um AGN tipo 1; entretanto, apenas parte dos valores das razões de linhas de emissão observadas puderam ser explicadas por esse modelo, o que leva à hipótese de que outros mecanismos ionizantes também estejam presentes, como fotoionização estelar, por exemplo. Modelos envolvendo aquecimento por ondas de choque não foram capazes de reproduzir o espectro observado. Em NGC 404 foram detectados movimentos expansivos do gás, possivelmente associados a ventos estelares. Modelos de aquecimento por ondas de choque em ambientes com baixos valores de densidade eletrônica (0.1 e 1.0 'CM POT.-3') e campos magnéticos pouco intensos(0.0001 a '1 MU.G') foram eficazes em reproduzir a maior parte dos valores das razões de linhas de emissão detectadas. Esse modelo, entretanto, não é compatível com as densidades calculadas nas regiões mais próximas ao centro do bojo (100 a 1000 'CM POT.-3'), o que leva à hipótese de que outros mecanismos, como fotoionização estelar por exemplo, tambem tenham relevância. Embora não tenham sido detectadas indícios da presença de um AGN não se pode ) descartar a hipótese de que tenha existido um AGN no passado e que depois ele tenha se apagado (a acresção no buraco central tenha deixado de ocorrer), de modo que parte da sua emissão ainda esteja se propagando pela NLR, gerando o espectro detectado. Finalmente, em NGC 4579, as análises revelaram que o AGN tipo 1 existente (claramente detectado nos espectros usuais dessa galáxia) está deslocado em relação ao centro do bojo. As simulações envolvendo a fotoionização por um AGN central foram capazes de explicar a grande maior parte dos valores das razões de linhas de emissão detectadas, desde que fossem admitidos cortes de energia inferiores do contínuo ionizante em 20, 30 e 40 eV. Outros mecanismos como fotoionização estelar e aquecimento por ondas de choque não foram eficazes em reproduzir as características espectrais observadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.04.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENEZES, Roberto Bertoldo; STEINER, João Evangelista. Diferenciação de modelos para LINERs /. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
    • APA

      Menezes, R. B., & Steiner, J. E. (2009). Diferenciação de modelos para LINERs /. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Menezes RB, Steiner JE. Diferenciação de modelos para LINERs /. 2009 ;
    • Vancouver

      Menezes RB, Steiner JE. Diferenciação de modelos para LINERs /. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021