Exportar registro bibliográfico

Contribuição à farmacognosia de Annona squamosa L. (Annonaceae) - Acompanhamento da variação sazonal de constituintes, aspectos botânicos e avaliação da atividade antileishmania in vitro (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: ERDELYI, MARIA CAROLINA - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBF
  • Subjects: FARMACOGNOSIA; FITOTERAPIA; VARIAÇÕES SAZONAIS; PLANTAS MEDICINAIS (AVALIAÇÃO); MAGNOLIALES
  • Language: Português
  • Abstract: As doenças tropicais endêmicas representam um grave problema sócio-econômico, no Brasil e no mundo. A leishmaniose insere-se neste quadro. Considerando o surgimento da resistência dos parasitas e a séria toxicidade da terapêutica convencional, a busca de novas alternativas é urgente. A família Annonaceae tem mostrado ser rica fonte de compostos com atividade antiprotozoária. Neste contexto, Annona squamosa L. foi selecionada. Sendo mais conhecida como "fruta-do-conde", apresenta uso na medicinal popular, como: antihelmíntica e no combate aos ectoparasitas. Entre os principais metabólitos secundários da espécie, citam-se: alcalóides isoquinolínicos, acetogeninas, flavonóides e óleo volátil. A atividade biológica de A. squamosa tem sido investigada, entretanto, aquela referente à ação antileishmania permaneceu inexplorada, até o presente trabalho, no qual foram avaliadas amostras referentes aos alcalóides totais, ao extrato hidroetanólico, aos infusos e frações orgânicas dos extratos obtidos, a partir de: folhas, pericarpos, sementes e arilos, coletados em quatro fases anuais. Os ensaios in vitro foram realizados frente às formas promastigotas de Leishmania amazonensis, tendo-se realizado, em paralelo, avaliação da citotoxicidade in vitro frente a células epiteliais humanas. Os mesmos extratos foram submetidos ao estudo químico para acompanhamento da variação sazonal qualitativa e quantitativa de classes de componentes e seus marcadores, selecionados por suaação antileishmania potencial. As análises abrangeram alcalóides, flavonóides, polifenóis totais e taninos, tendo-se empregado as técnicas cromatográficas (CLAE, CCD) e a espectrofotométrica. Em complementação, efetuou-se o estudo morfoanatômico de folha. Os resultados serviram de estímulo para a continuidade do estudo visando ao isolamento de compostos bioativos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.10.2009
  • Acesso à fonteAcesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ERDELYI, Maria Carolina; FISCHER, Dominique Corinne Hermine. Contribuição à farmacognosia de Annona squamosa L. (Annonaceae) - Acompanhamento da variação sazonal de constituintes, aspectos botânicos e avaliação da atividade antileishmania in vitro. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-14092017-114936/pt-br.php >.
    • APA

      Erdelyi, M. C., & Fischer, D. C. H. (2009). Contribuição à farmacognosia de Annona squamosa L. (Annonaceae) - Acompanhamento da variação sazonal de constituintes, aspectos botânicos e avaliação da atividade antileishmania in vitro. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-14092017-114936/pt-br.php
    • NLM

      Erdelyi MC, Fischer DCH. Contribuição à farmacognosia de Annona squamosa L. (Annonaceae) - Acompanhamento da variação sazonal de constituintes, aspectos botânicos e avaliação da atividade antileishmania in vitro [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-14092017-114936/pt-br.php
    • Vancouver

      Erdelyi MC, Fischer DCH. Contribuição à farmacognosia de Annona squamosa L. (Annonaceae) - Acompanhamento da variação sazonal de constituintes, aspectos botânicos e avaliação da atividade antileishmania in vitro [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-14092017-114936/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021