Exportar registro bibliográfico

Estudo da estabilidade de catalisadores catódicos em célula eletroquímica (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: ZIGNANI, SABRINA CAMPAGNA - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Assunto: ELETROQUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do presente trabalho foi avaliar a estabilidade de eletrocatalisadores de Pt/C e ligas binárias de Pt-Co/C e Pt-Ni/C contendo 20% em massa de metal sobre carbono frente à reação de redução de oxigênio em células eletroquímicas. O trabalho experimental desenvolvido compreende várias etapas como preparação de catalisadores, tratamento térmico e preparação de eletrodos. O catalisador foi preparado pela redução de precursores com borohidreto de sódio, e suportado em carbono de alta área superficial (Vulcan XC-72, Cabot, 240'm POT.2''g POT.-1'). O eletrodo da célula é um eletrodo de difusão de gás (EDG) de alta área superficial. Os catalisadores foram tratados termicamente em atmosfera de 'H IND.2' a '550 GRAUS'C por uma hora. Os testes de estabilidade foram 30h de cronoamperometria ou ciclagem de potencial totalizando 1000 ciclos. Absorção Atômica, DRX (difração de raios-x) e EDX (energia dispersiva de raios-x) foram feitos antes e após os experimentos. Em geral observou-se que os catalisadores de Pt-Co/C e Pt-Ni/C apresentaram maior atividade para a RRO comparados a Pt/C, mas em contrapartida estes materiais sofrem corrosão e após algumas horas de operação há dissolução de metal e a atividade decresce muito. Os testes de cronoamperometria revelaram maior estabilidade de corrente para os materiais bimetálicos, o que não ocorre na ciclagem. Pt/C destaca-se após a ciclagem de potencial apresentando maior atividade comparado aos experimentos iniciais.) A perda de atividade das ligas deve-se a dissolução do metal menos nobre diminuindo a área ativa e favorecendo a formação de aglomerados de Pt/C na superfície. Desta forma Pt/C ganha destaque após a dissolução de Co e Ni que inicialmente apresentaram bons resultados. Com relação aos materiais tratados termicamente o tamanho de cristalito para todos aumenta, decrescendo muito a atividade catalítica, mas em contrapartida torna-os mais estáveis em relação a perdas por dissolução dos metais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.03.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ZIGNANI, Sabrina Campagna; GONZALEZ, Ernesto Rafael. Estudo da estabilidade de catalisadores catódicos em célula eletroquímica. 2009.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-25082009-100339/ >.
    • APA

      Zignani, S. C., & Gonzalez, E. R. (2009). Estudo da estabilidade de catalisadores catódicos em célula eletroquímica. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-25082009-100339/
    • NLM

      Zignani SC, Gonzalez ER. Estudo da estabilidade de catalisadores catódicos em célula eletroquímica [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-25082009-100339/
    • Vancouver

      Zignani SC, Gonzalez ER. Estudo da estabilidade de catalisadores catódicos em célula eletroquímica [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75131/tde-25082009-100339/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021