Exportar registro bibliográfico

Estudo anatômico do comportamento do nervo pudendo em fetos de bovinos azebuados (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: FERRAZ, ROSA HELENA DOS SANTOS - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: ANATOMIA ANIMAL; GADO ZEBU; NERVOS PERIFÉRICOS DE ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: Para a execução deste trabalho, valemo-nos de trinta fetos de bovinos azebuados, fêmeas. Após o processo de conservação e de redução das peças, realizamos sua dissecção, com auxílio de instrumentos de cirurgia oftálmica e lupa circular de luz fria. Priorizamos a observação da origem do tronco do nervo pudendo registrando-a, maus freqüentem ente (76,7%) em relação ao segundo, terceiro e quarto nervos sacrais, destacando como contribuição mais conspícua, a que se refere ao terceiro nervo sacra (90%). Especificamos também as contribuições dos ramos ventrais dos nervos sacrais destinadas a cada um dos ramos, registrando participação mais freqüentemente do terceiro e quartos nervos, isto é: cutâneo proximal (56,7% à direita e 53,3% à esquerda), cutâneo distal (70% à direita e 56,7% à esquerda) e nervo pudendo (propriamente dito - 76,7% à direita e 73,3% à esquerda), considerandoo-os enquanto contidos na cavidade pélvica. Registramos o número de ramos representativos dos ramos cutâneos proximal e dista], sendo respectivamente encontrado em apresentação única à direita (63,3% - 96,7%) e à esquerda (66,7% - 83,3%); dupla à direita (23,3% - 3,3%) e à esquerda (23,3% - 16,7%) e tripla, exclusivamente para o ramo cutâneo proximal à esquerda (3,3%). Observamos também a emergência desses ramos da cavidade pélvica, representada para o ramo cutâneo proximal mais freqüentemente através do forame isquiático menor à direita (16,7%) e à esquerda (16,7%) oou perfurando oligamento sacrotuberal largo à direita (46,7%) e à esquerda (50%) e, para o ramo cutâneo distal pela fossa ísquio-retal para ambos os antímeros (100%). 0 nervo pudendo (propriamente dito), no terço final da cavidade pélvica, origina sempre o ramo dorsal do clitóris e o ramo mamário (100%). Registramos ainda, ocorrência de ramo conectivo ("anastomose") entre um pequeno ramo que adentra a cavidade pélvica pela porção cranial do forame isquiático menor e o nervo... ) pudendo (propriamente dito) ou um de seus ramos - o nervo perineal profundo (63,3%). Os resultados obtidos em relação ao comportamento do nervo pudendo em fetos de bovinos azebuados, fêmeas, de modo geral, não mostram discordância com os correspondentes dados obtidos na literatura consultada, referentes a bovinos de origem européia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.02.1997
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERRAZ, Rosa Helena dos Santos; PRADA, Irvênia Luiza de Santis. Estudo anatômico do comportamento do nervo pudendo em fetos de bovinos azebuados. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-21022008-092052/publico/Rosa_Helena_Santos_Ferraz.pdf >.
    • APA

      Ferraz, R. H. dos S., & Prada, I. L. de S. (1997). Estudo anatômico do comportamento do nervo pudendo em fetos de bovinos azebuados. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-21022008-092052/publico/Rosa_Helena_Santos_Ferraz.pdf
    • NLM

      Ferraz RH dos S, Prada IL de S. Estudo anatômico do comportamento do nervo pudendo em fetos de bovinos azebuados [Internet]. 1997 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-21022008-092052/publico/Rosa_Helena_Santos_Ferraz.pdf
    • Vancouver

      Ferraz RH dos S, Prada IL de S. Estudo anatômico do comportamento do nervo pudendo em fetos de bovinos azebuados [Internet]. 1997 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-21022008-092052/publico/Rosa_Helena_Santos_Ferraz.pdf

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021