Exportar registro bibliográfico

Estrutura e diversidade genética de populações naturais de Ficus spp. (Moraceae) em fragmentos florestais no Estado de São Paulo (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: NAZARENO, ALISON GONÇALVES - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: FLORESTAS (CONSERVAÇÃO); GENÉTICA DE POPULAÇÕES VEGETAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Em vista das atuais taxas de destruição e fragmentação das florestas tropicais, as populações vegetais estão experimentando contrações em seus tamalmos populacionais e algumas espécies podem ser mais afetadas pela estocasticidade demo gráfica e deriva genética do que outras. Estudos que pernlitam entender os efeitos' da fragmentação florestal sobre a genética de populações, bem como o delineamento de esu'atégias para a conservação in situ e ex situ de espécies são imprescindíveis, As espécies do gênero Ficus (Moraceae) são importantes nas florestas tropicais por fornecerem recursos alimentares a diversos grupos de vertebrados e por estabelecerem muhlalismo com vespas polinizadoras, Populações naturais de Ficus citrtfolia p, Miller e Ficus eximia Schott, em fragmentos de florestas semidecíduas no Estado de São Paulo (Parque Estadual MOITO do Diabo -PEMD ~ 33,000 ha, Estação Ecológica Caetehls -EEC ~ 2.000 ha e Estação Ecológica de Ribeirão Preto ~ EERP -200 ha), foram amostradas para avaliar se a redução e a fragmentação de habitat podem causar perda de diversidade e modificações na estrutura genética em suas populaç.ões. Com o intuito de obter uma fel"l'amenta útil no estudo de genética populacional, marcadores microssátelites desenvolvidos em espécies de Ficus foram transferidos e caracterizados em F. citrifolia e F. e.ximia. Os resultados encontrados para as espécies. F. citrifolia e F. eximia pel"ll1itiram inferir que a perda e a fragmentação de habitatreduzem a riqueza alélica dessas espécies, No entanto, F. citrifolia e F. eximia apresentam elevada variabilidade genética, ausência de endogamia, presença de alelos raros e exclusivos em suas populações e uma alta disu'ibuição da vm'iabilidade genética intrapopulacional, Esses resultados são reflexos do sistema reprodutivo da espécie (alogamia) e da esPticificidade e capacidade de vôo de suas vespas polinizadoras, que dispersaram grãos de pólen a longas distâncias, Além disto, espécies com polinizadores especializados e fluxo gênico mantido a longas distâncias, como ocorre nas espécies de Ficus, a fragmentação e o solamento físico não impedem a troca gênica, resultando em fertilização. Desta fornla, ressalta-se a importância da conselvação de remanescentes florestais, mesmo em paisagens muito fragmentadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.02.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NAZARENO, Alison Gonçalves; PEREIRA, Rodrigo Augusto Santinelo. Estrutura e diversidade genética de populações naturais de Ficus spp. (Moraceae) em fragmentos florestais no Estado de São Paulo. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Nazareno, A. G., & Pereira, R. A. S. (2009). Estrutura e diversidade genética de populações naturais de Ficus spp. (Moraceae) em fragmentos florestais no Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Nazareno AG, Pereira RAS. Estrutura e diversidade genética de populações naturais de Ficus spp. (Moraceae) em fragmentos florestais no Estado de São Paulo. 2009 ;
    • Vancouver

      Nazareno AG, Pereira RAS. Estrutura e diversidade genética de populações naturais de Ficus spp. (Moraceae) em fragmentos florestais no Estado de São Paulo. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020