Exportar registro bibliográfico

Experiência da FMUSP no monitoramento molecular dos pacientes portadores de leucemia mielóide crônica na fase crônica em tratamento com inibidor de tirosina quinase (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BENDIT, ISRAEL - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: REAÇÃO EM CADEIA POR POLIMERASE
  • Language: Português
  • Abstract: A monitoração molecular do transcrito BCR-ABL pela técnica da PCR tempo real está cada vez mais sendo usada para controlar a resposta terapêutica dos pacientes com leucemia mielóide crônica (LMC) tratados com inibidores de tirosina quinase. Este monitoramento se tornou relevante na detecção de doença residual quando esta se torna não detectável pela análise citogenética convencional. Neste trabalho estudamos 171 pacientes com diagnóstico de LMC somente na fase crônica que foram tratados com mesilato de imatinibe (MI) desde 2000. A monitoração molecular foi iniciada em 2005 e realizada em 131 pacientes (76,6%). A mediana de tempo para a resposta citogenética completa foi 11,2 (8,5-13) meses em 72% dos pacientes e para a resposta molecular maior (RMM) de 11,2 (8,2-14,2) meses. A RMM foi alcançada em 69,4% dos pacientes. Não houve diferença no número de RMM se a RCC foi alcançada antes ou depois de 12 meses (94% vs. 89% respectivamente, P=NS). A taxa de sobrevida livre de eventos e livre de progressão foi estatisticamente melhor naqueles pacientes que alcançaram a RMM (83,5% vs. 16,7% e 90% vs. 30,3% respectivamente, P<0,0001). Estudo de mutação foi realizado em 27 pacientes que apresentaram resistência ao MI ou progrediram para fase acelerada e foram identificadas 6 mutações (22,2%) (M244V, G250E, Q252H, E255K, M351T, F359V)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.01.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BENDIT, Israel. Experiência da FMUSP no monitoramento molecular dos pacientes portadores de leucemia mielóide crônica na fase crônica em tratamento com inibidor de tirosina quinase. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
    • APA

      Bendit, I. (2009). Experiência da FMUSP no monitoramento molecular dos pacientes portadores de leucemia mielóide crônica na fase crônica em tratamento com inibidor de tirosina quinase. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bendit I. Experiência da FMUSP no monitoramento molecular dos pacientes portadores de leucemia mielóide crônica na fase crônica em tratamento com inibidor de tirosina quinase. 2009 ;
    • Vancouver

      Bendit I. Experiência da FMUSP no monitoramento molecular dos pacientes portadores de leucemia mielóide crônica na fase crônica em tratamento com inibidor de tirosina quinase. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020