Exportar registro bibliográfico

Carga imediata sobre implantes osseintegráveis para ancoragem ortodôntica: estudo em minipigs (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: NAVARRO, PAULA VANESSA PEDRON OLTRAMARI - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: IMPLANTE DENTÁRIO ENDOÓSSEO; IMPLANTES DENTÁRIOS (MÉTODOS); ORTODONTIA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a taxa de sucesso, a quantidade de perda óssea em altura e a interação osso/implante para três diferentes protocolos: 1) implantes osseointegráveis mantidos sem carga durante período de reparo de 120 dias; 2) implantes submetidos a interferências oclusais; e 3) implantes que receberam carga imediata para ancoragem ortodôntica. Foram utilizados doze minipigs BR-1, nos quais foram instalados 70 implantes osseointegráveis de titânio (3,75mm diâmetro x 8,50mm comprimento), divididos em 5 grupos: Grupo 1 (n=12), implantes sem carga sepultados na mesial de caninos; Grupo 2 (n=6), implantes sem carga em áreas de extração; Grupo 3 (n=12), implantes expostos a interferências oclusais; Grupo 4 (n=20), implantes submetidos à carga ortodôntica imediata; Grupo 5 (n=20), implantes instalados em áreas de extração e submetidos à carga ortodôntica imediata. Ao término do período experimental, os animais foram eutanasiados e biópsias da região de interesse coletadas. Realizou-se avaliação clínica para estabelecer a porcentagem de sucesso (Teste Exato de Fisher), análise radiográfica para quantificar a perda óssea em altura (programa de análise de imagens KS300- Zeiss®, ANOVA) e análise histológica para descrever as características da interface osso/implante. A análise dos dados demonstrou: 1) Grupos 1, 2, 4 e 5 - taxa de sucesso, quantidade de perda óssea em altura e interação osso/implante semelhantes; 2) Grupo 3 - taxa de insucesso e quantidadede perda óssea significantemente maiores que os demais grupos, além de apresentar ausência de interação osso/implante. Os resultados clínicos, radiográficos e histológicos revelados nos grupos submetidos à carga ortodôntica imediata em relação aos grupos sem carga demonstraram que a perda óssea na região da crista óssea periimplantar é aceitável e não compromete a estabilidade clínica dos implantes. Desta forma, a utilização de carga imediata para ) ancoragem em Ortodontia não prejudica a posterior utilização desses implantes para a reabilitação protética, objetivo primário da indicação deste protocolo. Estudos clínicos prospectivos são necessários para comprovar estes dados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLTRAMARI-NAVARRO, Paula Vanessa Pedron; HENRIQUES, José Fernando Castanha. Carga imediata sobre implantes osseintegráveis para ancoragem ortodôntica: estudo em minipigs. 2008.Universidade de São Paulo, Bauru, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-31032009-150331/ >.
    • APA

      Oltramari-Navarro, P. V. P., & Henriques, J. F. C. (2008). Carga imediata sobre implantes osseintegráveis para ancoragem ortodôntica: estudo em minipigs. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-31032009-150331/
    • NLM

      Oltramari-Navarro PVP, Henriques JFC. Carga imediata sobre implantes osseintegráveis para ancoragem ortodôntica: estudo em minipigs [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-31032009-150331/
    • Vancouver

      Oltramari-Navarro PVP, Henriques JFC. Carga imediata sobre implantes osseintegráveis para ancoragem ortodôntica: estudo em minipigs [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-31032009-150331/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020