Exportar registro bibliográfico

Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como barreira na regeneração óssea guiada. Estudo clínico, radiográfico e histomorfométrico em cães (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated author: BORGES, GERMANA JAYME - FORP
  • School: FORP
  • Sigla do Departamento: 806
  • Subjects: REGENERAÇÃO ÓSSEA; RADIOGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: O presente estudo avaliou, clinica e histomorfometricamente, a matriz dérmica acelular (MOA) como barreira física na regeneração óssea guiada. Materiais e Métodos: Inicialmente foram extraídos, em seis cães, os quatro pré- molares mandibulares bilateralmente. Após um período de seis semanas, foram analisadas a quantidade e qualidade de mucosa ceratinizada (Exame Clínico 1). Duas semanas depois, os animais foram submetidos a um segundo procedimento cirúrgico (Confecção do defeito e Regeneração Óssea Guiada -ROG), no qual foi criado um defeito ósseo padronizado em cada lado da mandíbula. Sobre o defeito de um hemiarco, escolhido aleatoriamente, foi posicionada e fixada a membrana absorvível de copolímeros de ácido polilático e poliglicólico e carbonato trimetileno (Grupo Controle -GC) e no defeito do hemiarco oposto, a matriz dérmica acelular - MDA (Grupo Teste -GT). Imediatamente após a sutura, foram feitas tomadas radiográficas padronizadas através de raio-X digital, as quais foram novamente realizadas 8 e 16 semanas após a cirurgia de colocação das membranas. Após quatorze semanas de cicatrização, a quantidade e qualidade da mucosa ceratinizada foram novamente avaliadas (Exame Clínico 2). Oezesseis semanas depois da ROG os animais foram sacrificados e foi então realizado o preparo histológico das peças. A análise histomorfométrica, em microscopia óptica, avaliou a quantidade e qualidade de osso neoformado. A neoformação óssea também foiquantificada através das imagens radiográficas. Resultados: Em relação aos parâmetros clínicos, o GT e o GC apresentaram aumento na EMO e redução na AMO. Na análise radiográfica, após o período de 16 semanas, as radiografias de subtração apresentaram ganho médio de área radiopaca em relação ao defeito inicial de 83,38 % para o GT e de 83,68% para o GC. Houve um aumento progressivo da densidade radiográfica para ambos os grupos, sem diferenças estatisticamente significantes. Histologicamente, após 16 semanas o tecido ósseo apresentou características de um osso predominantemente maduro. Histomorfometricamente, a ANO correspondeu a 58,99% da ANT no GT e a 61 % da ANT no GC. A altura óssea máxima no GT foi de 7,21 ± 0,80 mm e no GC de 7,70 ± 1,21 mm. A porcentagem de osso cortical na ANO foi de 42,47 % no GT e I 38,08 % no GC. Não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os grupos para nenhum destes parâmetros. Conclusão: A MOA atuou como barreira mecânica na ROG com resultados clínicos, radiográficos e histomorfométricos similares aos obtidos com a membrana absorvível
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.01.2009
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BORGES, Germana Jayme; SOUZA, Sérgio Luís Scombatti de. Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como barreira na regeneração óssea guiada. Estudo clínico, radiográfico e histomorfométrico em cães. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-20022009-103109/ >.
    • APA

      Borges, G. J., & Souza, S. L. S. de. (2009). Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como barreira na regeneração óssea guiada. Estudo clínico, radiográfico e histomorfométrico em cães. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-20022009-103109/
    • NLM

      Borges GJ, Souza SLS de. Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como barreira na regeneração óssea guiada. Estudo clínico, radiográfico e histomorfométrico em cães [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-20022009-103109/
    • Vancouver

      Borges GJ, Souza SLS de. Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como barreira na regeneração óssea guiada. Estudo clínico, radiográfico e histomorfométrico em cães [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-20022009-103109/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022