Exportar registro bibliográfico

Estudo dos mecanismos de virulência de cepas resistentes e sensíveis de Mycobacterium tuberculosis (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: COUTO, JAMILE - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: MICROBIOLOGIA MÉDICA; MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS (RESISTÊNCIA); QUIMIOTERÁPICOS; TUBERCULOSE (TRATAMENTO;ESTUDO CLÍNICO)
  • Language: Português
  • Abstract: A tuberculose continua sendo um grave problema de saúde pública mundial. O principal agente etiológico da doença é o Mycobacterium tuberculosas, infectando entre outras células, os macrófagos. A infecção pode manter-se latente por vários anos sem causar sintomas clínicos aparentes. Para esta pesquisa, foi proposto o estudo de indução de marcadores de resposta inflamatória em células THP-1 diferenciadas em macrófagos utilizando isolados micobacterianos sensíveis, uni ou multidrogas resistentes transfectados com o plasmídeo pFPCAGFP carreando o gene da proteína verde fluorescente, como marcador de infecção celular. Objetivou também avaliar a relação entre isolados clínicos de M.tuberculosis sensíveis ou com resistência a uma ou multidrogas e sua relação à virulência. Para isso, culturas da linhagem monocítica humana (THP-1) foram mantidas para posterior infecção por isolados clínicos, genotipicamente identificados pertencentes à nossa micobacterioteca. A expressão do RNAm foi quantificada e avaliada por RTPCR e posteriormente, PCR em tempo real foi realizado. Após infecção das células THP-1 diferenciadas em macrófagos, observou-se que houve um aumento na expressão das citocinas pró-inflamatórias (IL-1`BETA', IL-6 e TNF-`ALFA') e TLRs (TLR2 e TLR4) em relação ao controle da infecção. As análises estatísticas permitiram a correlação na expressão destas citocinas e TLRs, e através desses resultados, foi possível constatar que TLR2 regula a expressão das citocinaspró-inflamatórias (IL-1`BETA', IL-6 e TNF-`ALFA') e que os Isolados clínicos com maior resistência, sinalizam melhor a expressão das citocinas pró-inflamatórias e TLRs, ao passo que isolados clínicos sensíveis, possuem uma fraca sinalização
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.11.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COUTO, Jamile; HIRATA, Mario Hiroyuki. Estudo dos mecanismos de virulência de cepas resistentes e sensíveis de Mycobacterium tuberculosis. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-03092009-161341/ >.
    • APA

      Couto, J., & Hirata, M. H. (2008). Estudo dos mecanismos de virulência de cepas resistentes e sensíveis de Mycobacterium tuberculosis. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-03092009-161341/
    • NLM

      Couto J, Hirata MH. Estudo dos mecanismos de virulência de cepas resistentes e sensíveis de Mycobacterium tuberculosis [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-03092009-161341/
    • Vancouver

      Couto J, Hirata MH. Estudo dos mecanismos de virulência de cepas resistentes e sensíveis de Mycobacterium tuberculosis [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-03092009-161341/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021