Exportar registro bibliográfico

Avaliação in vitro do efeito da aplicação de carregamento oclusal na qualidade marginal de restaurações cervicais em cavidades em forma de cunha (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: FRANCISCONI, LUCIANA FÁVARO - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: RESINAS COMPOSTAS; MICROSCOPIA CONFOCAL
  • Language: Português
  • Abstract: A abfração, uma das causas das lesões cervicais não cariosas, caracteriza-se pela perda de tecido mineralizado, em forma de cunha, próxima à junção cemento- esmalte. Hipoteticamente, é o resultado de forças oclusais excêntricas aplicadas sobre os dentes. Essas lesões são freqüentemente restauradas para impedir sua progressão, para proteger e aumentar a resistência do remanescente dental, reduzir a hiperestesia dentinária e manter a saúde periodontal. Entretanto, pouco se sabe quanto ao efeito dos fatores causadores da abfração na qualidade marginal de restaurações cervicais, quando da reabilitação dessas lesões. Este estudo in vitro propõe-se, portanto, a analisar o efeito da aplicação de carga oclusal na qualidade marginal de restaurações de cavidades cervicais em forma de cunha, utilizando microscopia confocal de varredura a laser. Para tal, foram utilizados 40 dentes pré- molares superiores humanos hígidos, extraídos, nos quais foram preparadas cavidades padronizadas em forma de cunha, em sua região cervical vestibular, por meio da utilização de pontas diamantadas cilíndricas de topo plano nº 3100 (1,6 mm de diâmetro e 21 mm de comprimento), posicionadas em 45º com a superfície mais plana e próxima à junção amelo-cementária. As cavidades (1,3 mm de profundidade, 2,3 mm de abertura ocluso-cervical, 4,0 mm de abertura mésio-distal, 1,6 mm de extensão na parede oclusal e 1,9 mm de extensão na parede cervical) foram ) em associação ao uso de um sistemarestauradas com resina composta (Z250® adesivo (Single Bond® ). Para possibilitar a análise ao microscópio confocal, o sistema adesivo foi marcado previamente com adição de rodamina B. Após imersão em água deionizada, por 7 dias e polimento das restaurações, os espécimes foram incluídos em uma matriz de resina acrílica. ) A porção radicular de cada dente foi, de aproximadamente 1 mm, a revestida com uma camada de poliéter (Impregum® fim de simular o ligamento periodontal. A porção coronária foi mantida totalmente exposta ao meio externo. Os dentes foram, então, submetidos à ciclagem mecânica, pela ação de uma ponta metálica em forma de torpedo, exercendo carga de 150 N, 6 num total de 10 ciclos. Para tanto, a ponta foi posicionada de acordo com as seguintes condições experimentais: sobre a vertente triturante interna da cúspide vestibular (GI; n=10); sobre o sulco central (GII; n=10); e sobre a vertente triturante interna da cúspide lingual (GIII; n=10). O grupo controle (GIV; n=10) não foi submetido à ciclagem mecânica, permanecendo apenas armazenado em água deionizada, a 37ºC, durante todo o período experimental. Finalizada a ciclagem mecânica, as superfícies vestibulares dentárias foram, então, recobertas com duas ), agora marcado com fluoresceína, para camadas do sistema adesivo (Single Bond® delimitação dos possíveis defeitos formados. Os dentes foram seccionados longitudinalmente em duas metades (mesial e distal) e submetidos à avaliação emmicroscopia confocal, para análise da qualidade da margem das restaurações. Foi aplicado o teste do qui-quadrado (p<0,05) para as variáveis qualitativas presença ou ausência de fendas marginais e localização das fendas em relação às paredes cavitárias (oclusal, cervical ou ambas). Para as variáveis quantitativas (amplitude e extensão das fendas) aplicou-se o teste de Kruskal-Wallis (p<0,05). Os espécimes submetidos ao carregamento oclusal, independentemente do local de aplicação da força, apresentaram maior porcentagem de fendas marginais (53,33%) quando comparados aos espécimes do grupo controle (10%; p=0,016). ) Não houve diferença estatisticamente significante entre o local de aplicação de força oclusal tanto para a presença ou ausência de fendas marginais (p=0,875); como para a localização das fendas em relação às paredes cavitárias (p=0,270) ou mesmo para a extensão (p=0,190) e amplitude das mesmas (p=0,070). Conclui-se, portanto, que a aplicação de carga oclusal prejudicou o comportamento marginal de restaurações cervicais, mas a variação do local de incidência de carga não interferiu no comportamento marginal das mesmas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.11.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FRANCISCONI, Luciana Fávaro; PEREIRA, José Carlos. Avaliação in vitro do efeito da aplicação de carregamento oclusal na qualidade marginal de restaurações cervicais em cavidades em forma de cunha. 2008.Universidade de São Paulo, Bauru, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25131/tde-21022009-163202/ >.
    • APA

      Francisconi, L. F., & Pereira, J. C. (2008). Avaliação in vitro do efeito da aplicação de carregamento oclusal na qualidade marginal de restaurações cervicais em cavidades em forma de cunha. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25131/tde-21022009-163202/
    • NLM

      Francisconi LF, Pereira JC. Avaliação in vitro do efeito da aplicação de carregamento oclusal na qualidade marginal de restaurações cervicais em cavidades em forma de cunha [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25131/tde-21022009-163202/
    • Vancouver

      Francisconi LF, Pereira JC. Avaliação in vitro do efeito da aplicação de carregamento oclusal na qualidade marginal de restaurações cervicais em cavidades em forma de cunha [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25131/tde-21022009-163202/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021