Exportar registro bibliográfico

Alterações na função renal em pacientes HIV/AIDS tratados com esquemas terapêuticos incluindo indinavir (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: EIRA, MARGARETH DA - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MIP
  • Subjects: INSUFICIÊNCIA RENAL (COMPLICAÇÕES); ESTUDOS DE AVALIAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Complicações renais e urológicas incluindo nefrolitíase, cristalúria, cólica renal e lombalgia, são eventos adversos bem conhecidos do indinavir (IDV), um inibidor de protease (IP) largamente utilizado no tratamento de pacientes infectados com o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Prévios estudos em ratos demonstraram que o IDV, um potente IP capaz de provocar uma sustentada supressão da carga viral do HIV, induz vasoconstrição renal, diminui a filtração glomerular (RFG) e reduz a excreção urinária de nitrito (NO2-), sugerindo que a vasoconstrição causada pelo IDV deve ser mediada pelo óxido nítrico (NO). Os objetivos deste estudo foram investigar a ocorrência de insuficiência renal (clearance de creatinina < 80 ml/min) em pacientes com infecção pelo HIV tratados com terapia anti-retroviral altamente potente incluindo p inibidor de protease IDV, e mensurar a excreção urinária de nitrato (NO3-) nestes pacientes, comparando-os com outro grupo de pacientes tratados com efavirenz (EFV), um inibidor de transcriptase reversa não-análogode nucleosídeo (NNRTI). No período compreendido entre março de 2000 e outubro de 2003, estudamos 36 pacientes infectados pelo HIV que estavam em terapia com IDV na dose de 800 mg de 8/8 horas por pelo menos 12 meses. Os pacientes foram avaliados para uma variedade de parâmetros clínicos e laboratoriais: idade, peso, tempo de infecção, tempo de uso de IDV, uso de suslfametoxazol-trimetoprim (SMX-TMP) ou sulfadiazina, examesbioquímicos (colesterol total, triglicérides, magnésio, sódio, potássio e creatinina), exame do sedimento urinário, clearance de creatinina, osmolaridade urinária, volume urinário de 24 h, fração de excreção de sódio (FENa), fração de excreção de potássio (FEK) e fração de excreção de água (FEH2O). NO3 urinário foi mensurado em 18 pacientes recebendo terapia anti-retroviral com IDV e 8 pacientes recebendo terapia com EFV. )Leucocitúria ocorreu em 78,8% dos pacientes tratados com IDV. Clearance de creatinina diminuído foi observado em 21 pacientes e foi associado com menor peso e uso de derivados de sulfa. Nestes pacientes com diminuição da função renal, também detectamos menor osmolaridade urinária e uma FEH2O mais alta. A excreção urinária de NO3- foi significativamente menor nos pacientes tratados com IDV (908 ± 181) quando comparados aos pacientes do grupo EFV (2247 ± 648, p < 0,01). Nossos resultados mostram que insuficiência renal ocorreu em 58% dos pacientes tratados com IDV e foi associada com menor peso corpóreo e uso de derivados de sulfa. A menor excreção urinária de NO3- e as alterações na osmolaridade e FEH2) sugerem que o IDV diminui a produção de óxido nítrico e causa dano tubular, respectivamente. Sugerimos então que os pacientes em uso de IDV sejam monitorados routineiramente para função renal através do clearance de creatinina
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.07.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      EIRA, Margareth da; SEGURO, Antonio Carlos. Alterações na função renal em pacientes HIV/AIDS tratados com esquemas terapêuticos incluindo indinavir. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Eira, M. da, & Seguro, A. C. (2004). Alterações na função renal em pacientes HIV/AIDS tratados com esquemas terapêuticos incluindo indinavir. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Eira M da, Seguro AC. Alterações na função renal em pacientes HIV/AIDS tratados com esquemas terapêuticos incluindo indinavir. 2004 ;
    • Vancouver

      Eira M da, Seguro AC. Alterações na função renal em pacientes HIV/AIDS tratados com esquemas terapêuticos incluindo indinavir. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020