Exportar registro bibliográfico

Avaliação do molibdato de sódio, tungstato de sódio e um copolímero a base de silano como inibidores de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5% (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: MODESTO, MARINA GRACINDA - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PQI
  • Subjects: AÇO CARBONO; CLORETO; CORROSÃO; INIBIDORES DE CORROSÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho consiste em avaliar o molibdato de sódio (Na2MoO4), o tungstato de sódio (Na2WO4) e um copolímero a base de silano "polioxialquileno e polidimetilsiloxano modificado" (CPPM) como inibidores de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5%. O estudo compreendeu na exposição do metal no meio proposto na ausência e presença de concentrações crescentes das substâncias estudadas. As técnicas utilizadas foram: ensaios de imersão com medida de perda de massa; medida de potencial de corrosão (Ecorr); espectroscopia de impedância eletroquímica (EIE) e curvas de polarização potenciodinâmicas anódicas e catódicas (Cpol). Todos os ensaios eletroquímicos foram realizados após 3, 6, 12 e 24 horas de imersão. Os ensaios de imersão com medida de perda de massa foram realizados em meio de água do mar natural e em meio de NaCl 3,5%. Os resultados mostraram que a velocidade de corrosão do aço carbono ABNT 1005 em meio de água do mar natural é 16% menor que a velocidade de corrosão em meio de NaCl 3,5%. Os valores de potenciais de corrosão mostraram que o Na2MoO4 e Na2WO4 deslocaram os potenciais para valores mais positivos indicando um comportamento de inibidores anódicos. Os resultados de EIE mostraram que Na2MoO4 e Na2WO4 formaram filmes mais protetores para tempos de imersão diferentes, isto é, para 6 horas e 12 horas respectivamente. As Cpol confirmaram a tendência dos valores de potenciais de corrosão, ou seja, o Na2MoO4 e o Na2WO4 comportaram-se como inibidores anódicos de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5%, reduzindo a densidade de corrente de corrosão do aço carbono no meio estudado. A perda de espessura foi reduzida em 50% com a presença de 1x10-² M de Na2MoO4 após 6 horas de imersão, mesma redução foi verificada com 1x10-² M de Na2WO4 com 12 horas de imersão.Os resultados obtidos com o CPPM mostraram que esta substância não age como inibidor de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5%.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.08.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MODESTO, Marina Gracinda; GUEDES, Isabel Correia. Avaliação do molibdato de sódio, tungstato de sódio e um copolímero a base de silano como inibidores de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5%. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-10112008-112012/ >.
    • APA

      Modesto, M. G., & Guedes, I. C. (2008). Avaliação do molibdato de sódio, tungstato de sódio e um copolímero a base de silano como inibidores de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5%. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-10112008-112012/
    • NLM

      Modesto MG, Guedes IC. Avaliação do molibdato de sódio, tungstato de sódio e um copolímero a base de silano como inibidores de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5% [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-10112008-112012/
    • Vancouver

      Modesto MG, Guedes IC. Avaliação do molibdato de sódio, tungstato de sódio e um copolímero a base de silano como inibidores de corrosão para o aço carbono ABNT 1005 em meio de NaCl 3,5% [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-10112008-112012/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021