Exportar registro bibliográfico

Análise comparativa do fuso celular e das configurações cromossômicas de oócitos maturados in vitro obtidos de ciclos estimulados de mulheres inférteis com endometriose e controles: estudo piloto (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: BARCELOS, IONARA DINIZ EVANGELISTA SANTOS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: ENDOMETRIOSE; REPRODUÇÃO; INFERTILIDADE FEMININA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos: Comparar as taxas de maturação in vitro de oócitos obtidos de ciclos estimulados de pacientes inférteis com endometriose e controles e avaliar a potencial associação entre endometriose e anomalias morfológicas do fuso meiótico e da distribuição cromossômica oocitária. Pacientes e Métodos: Foram incluídas no presente estudo pacientes inférteis (idade < OU =` 38 anos, índice de massa corpórea < 30 kg/’m POT. 2’ e FSH basal ‘< OU =’ 10mUl/mL e/ou que não apresentaram má resposta em ciclo prévio), submetidas à indução de ovulação para realização de injeção intracitoplasmática de espermatozóide, selecionadas prospectiva e consecutivamente e divididas em 2 grupos: grupo endometriose (29 pacientes) e grupo controle (22 pacientes com fator tubário, excluindo-se hidrossalpinge e/ou masculino de infertilidade). Oócitos imaturos (vesícula germinativa ou metáfase I) foram submetidos à maturação in vitro (MIV) por 19 horas:’+OU-‘1 hora (VG) ou 4 horas ‘+OU-‘ 30 minutos (MI), de acordo com curva de maturação realizada previamente no nosso serviço. Após a MIV, os oócitos em metáfase II (MII; caracterizados pela extrusão do primeiro corpúsculo polar) foram fixados e corados para avaliação dos microtúbulos e cromatina por técnica de imunofluorescência. Resultados: Não se observou diferença significativa nas taxas de MIV entre os dois grupos avaliados (taxas de MIV de 50% e 45,6%, respectivamente, nos grupos endometriose e controle). A organização cromossômica e dofuso meiótico foi observada em 35 e 19 oócitos dos grupos endometriose e controle, respectivamente. Não houve diferença significativa entre os grupos na proporção de oócitos em telophase I (31,4% e 10,6% para os grupos endometriose e controle, respectivamente), e na percentagem de anormalidades meióticas (25,7% e 36,8% de oócitos em metáfase II anormais para os grupos endometriose e controle, respectivamente). Realizamos o cálculo amostral necessário para que uma diferença de 20,8% entre as proporções de oócitos em telófase I entre os grupos avaliados seja estatisticamente comprovada, utilizando um teste de hipótese bicaudal para 2 proporções com um poder de teste de 80% e um nível de significância (‘alfa’) de 5%, obtendo o número amostral de 57 oócitos em cada grupo. Conclusões: Não observamos diferença significativa nas taxas de maturação in vitro de oócitos obtidos de ciclos estimulados de pacientes inférteis com endometriose quando comparadas às do grupo controle. Contudo, nossos achados sugerem uma tendência a maior ocorrência de telófase I nos oócitos aparentemente maduros após maturação in vitro nas pacientes com endometriose, o que poderá ser confirmado ampliando-se a presente casuística, conforme cálculo amostral elaborado a partir dos dados do presente estudo piloto. Não evidenciamos diferença significativa nas freqüências de anomalias meióticas, caracterizadas por anormalidades no fuso meiótico e/ou distribuição cromossômica, entreos oócitos maturados in vitro (em metáfase II) provenientes de ciclos estimulados de pacientes com endometriose, quando comparados aos de mulheres com fator tubário e/ou masculino de infertilidade (grupo controle). Se confirmados em estudos com maiores casuísticas, estes dados darão subsídios para afirmarmos que os danos ao fuso meiótico e à distribuição cromossômica dos oócitos em metáfase II não são os fatores responsáveis pela sugerida piora da qualidade oócitos em portadoras desta afecção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.09.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARCELOS, Ionara Diniz Evangelista Santos; NAVARRO, Paula Andrea de Albuquerque Salles. Análise comparativa do fuso celular e das configurações cromossômicas de oócitos maturados in vitro obtidos de ciclos estimulados de mulheres inférteis com endometriose e controles: estudo piloto. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Barcelos, I. D. E. S., & Navarro, P. A. de A. S. (2008). Análise comparativa do fuso celular e das configurações cromossômicas de oócitos maturados in vitro obtidos de ciclos estimulados de mulheres inférteis com endometriose e controles: estudo piloto. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barcelos IDES, Navarro PA de AS. Análise comparativa do fuso celular e das configurações cromossômicas de oócitos maturados in vitro obtidos de ciclos estimulados de mulheres inférteis com endometriose e controles: estudo piloto. 2008 ;
    • Vancouver

      Barcelos IDES, Navarro PA de AS. Análise comparativa do fuso celular e das configurações cromossômicas de oócitos maturados in vitro obtidos de ciclos estimulados de mulheres inférteis com endometriose e controles: estudo piloto. 2008 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021