Exportar registro bibliográfico

Influência do momento de aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) como recurso analgésico em herniorrafias inguinais (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: GUERRA, DANILO RIBEIRO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: DOR; ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA; HÉRNIA INGUINAL; ANALGESIA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução. O uso da Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS) para o tratamento da dor pós-operatória tem sido objeto de estudo há alguns anos. Todavia, em quase a totalidade dos trabalhos, a TENS foi aplicada somente após os procedimentos cirúrgicos, à exceção de uma única pesquisa em que foi empregada no período pré-operatório. Em ambas as situações, esse recurso foi eficiente para o tratamento da dor, seja por meio da redução da sua intensidade ou do consumo de analgésicos. Porém, ainda hoje, não se sabe qual o papel que o seu momento de aplicação (somente antes da cirurgia; apenas após a operação; ou antes e após) pode vir a exercer no grau de analgesia obtido. Objetivo. Analisar a influência do momento de aplicação da TENS, na modalidade de alta freqüência, como recurso analgésico em pacientes do sexo masculino submetidos a herniorrafias inguinais pela técnica de Bassini. Casuística e método. A pesquisa -clínica, controlada, aleatória e duplamente encoberta - foi realizada no Hospital São José, entre abril de 2007 e junho de 2008, com amostra de 125 pacientes, distribuídos em 5 grupos: "TENS depois" (n = 25), "TENS antes" (n = 25), "TENS antes e depois" (n = 25), "Placebo" (n = 25) e "Controle" (n = 25). Todas as anestesias foram realizadas via raquidiana, com cloridrato de bupivacaína (0,5%); e a medicação analgésica utilizada no pós-operatório foi: dipirona, como medicação de resgate; e cetoprofeno, em horário programado. A mensuração da dor foifeita com a escala numérica (0-l0 cm) e com a versão brasileira do Questionário de Dor McGi11 (Br-MPQ). Foram considerados estatisticamente significantes os valores de p '< OU=' 0,05. Resultados. Os grupos que foram tratados com a TENS apresentaram redução significante da dor, sendo os resultados mais expressivos naqueles pacientes em que a TENS foi aplicada tanto no período pré, quanto pós- operatório ("TENS antes e depois"). Houve também redução significante da administração de dipirona no período pós-operatório. Conclusão. O uso pré e pós-operatório da modalidade de .alta freqüência da TENS, em pacientes submetidos a herniorrafias inguinais com técnica de Bassini, proporcionou analgesia mais satisfatória do que aquela obtida somente com a aplicação em um desses momentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.10.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GERRA, Danilo Ribeiro; GARCIA, Luís Vicente. Influência do momento de aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) como recurso analgésico em herniorrafias inguinais. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Gerra, D. R., & Garcia, L. V. (2008). Influência do momento de aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) como recurso analgésico em herniorrafias inguinais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gerra DR, Garcia LV. Influência do momento de aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) como recurso analgésico em herniorrafias inguinais. 2008 ;
    • Vancouver

      Gerra DR, Garcia LV. Influência do momento de aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) como recurso analgésico em herniorrafias inguinais. 2008 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021