Exportar registro bibliográfico

Apetite, equilíbrio energético e trânsito gastrintestinal em indivíduos gastrectomizados (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: KAMIJI, MAYRA MAYUMI - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: GASTRECTOMIA; GRELINA; PEPTÍDEOS; AVALIAÇÃO NUTRICIONAL
  • Language: Português
  • Abstract: No presente estudo, foram avaliados, em indivíduos submetidos previamente à gastrectomia, os níveis plasmáticos de grelina total e de ‘PYY IND.3-36’, as sensações de apetite e o trânsito gastrintestinal após a ingestão de uma refeição líquida, e também o gasto energético de repouso (GER) e a ingestão energética. Foram estudados sete indivíduos com gastrectomia total (GT), 14 com gastrectomia parcial (GP) e 10 indivíduos sadios. O Índice de Massa Corporal (IMC) não era diferente entre os grupos [grupo controle: 25 (20-34) kg/’m POT 2’, GP: 22 (18-30) kg/’m POT. 2’, GT: 23 (18-32) kg/’m POT.2’]. Os pacientes haviam sido operados por câncer ou por úlcera, há pelo menos 1 ano, e não apresentavam suspeita ou diagnóstico de neoplasia. O GER foi medido por calorimetria indireta e comparado ao calculado pela fórmula de Harris- Benedict (% GERm/GERt). A ingestão alimentar habitual foi avaliada por recordatório de 24h e por registro alimentar de 3 dias. As sensações de apetite (fome, plenitude e consumo prospectivo) foram medidas por um questionário que incluía uma escala analógica visual, aplicado aos participantes em jejum e durante o estudo cintilográfico do trânsito gastrintestinal após uma refeição teste (361kcal). A dosagem dos hormônios foi realizada por radioimunoensaio. A relação % GERm/GERt foi mais alta no grupo GP (P<0,05) comparativamente ao grupo controle. A ingestão energética habitual foi mais alta no grupo GT em comparação ao GP e ao controle, e semelhanteentre esses dois grupos. Os valores basais de grelina total foram mais baixas (P<0,05) no grupo GT, e os de PYY não foram diferentes entre os grupos. A grelina basal se correlacionou positivamente (r = 0,74, P < 0,01) com o GER no grupo GP e negativamente (r = -0,87, P < 0,05) com o GER no grupo GT. Após a refeição teste, nos grupos GP e GT, não houve variação nas concentrações de grelina pós-prandial, diferentemente dos níveis de PYY, que aumentaram aos 15min. A recuperação de fome e consumo prospectivo, e o pico de plenitude ocorreram mais precocemente nos grupos GP e GT em comparação aos indivíduos sadios. O esvaziamento gástrico foi mais rápido no grupo GP que no grupo controle, e o trânsito gastrintestinal foi acelerado nos grupos GP e GT. As concentrações de grelina e de ‘PYY IND. 3-36’ não se correlacionaram com as pontuações de apetite. Nossos resultados indicam que indivíduos com GP ou GT, com IMC normal, apresentam um GER aumentado, que, nos indivíduos com GT, parece ser compensado por maior ingestão energética. As sensações de apetite estão preservadas nesses pacientes, e a plenitude pós-prandial é mais intensa e precoce, o que parece estar associado ao trânsito gastrintestinal acelerado, e não depender da integridade de nervos vagais. Nos indivíduos com GP ou GT, a grelina e o ‘PYY IND. 3-36’ exercem influência pequena ou nula sobre apetite e ingestão alimentar, e a grelina parece exercer papel importantena regulação do GER
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.10.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KAMIJI, Mayra Mayumi; OLIVEIRA, Ricardo Brandt de. Apetite, equilíbrio energético e trânsito gastrintestinal em indivíduos gastrectomizados. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Kamiji, M. M., & Oliveira, R. B. de. (2008). Apetite, equilíbrio energético e trânsito gastrintestinal em indivíduos gastrectomizados. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Kamiji MM, Oliveira RB de. Apetite, equilíbrio energético e trânsito gastrintestinal em indivíduos gastrectomizados. 2008 ;
    • Vancouver

      Kamiji MM, Oliveira RB de. Apetite, equilíbrio energético e trânsito gastrintestinal em indivíduos gastrectomizados. 2008 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021