Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Estudo descritivo das alterações ecocardiográficas em portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: MATIOLI, MARIA GORETT WASHINGTON - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • DOI: 10.11606/D.6.2008.tde-13112008-114834
  • Subjects: SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA; HIV; CARDIOPATIAS (PREVALÊNCIA); ECOCARDIOGRAFIA (DIAGNÓSTICO;DESCRIÇÃO); RETROVIRIDAE (QUIMIOTERAPIA;EFEITOS ADVERSOS)
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A morbi-mortalidade pelo vírus da imunodeficiência humana adquirida (HIV) tem diminuído desde que foi adotada a terapia com antiretroviral de alta potência (HAART). No entanto, esta terapia contribuiu para o aumento de doenças cardiovasculares. O risco cardiovascular pode aumentar tanto em conseqüência das alterações do metabolismo lipídico, pela ação direta de alguns antiretrovirais, como pelo aumento da expectativa de vida, submetendo os portadores de aids ao risco de adquirir doenças cardiovasculares próprias do envelhecimento. Objetivos: Estimar a prevalência das alterações ecocardiográficas em pacientes com aids e descrever essa ocorrência segundo características demográficas e relacionadas à doença. Métodos: Estudo transversal com uma amostra de pacientes internados e dois outros grupos provenientes de ambulatórios de dois serviços de referência para aids da cidade de São Paulo. Pacientes internados e ambulatoriais encaminhados a exame constituem o grupo com indicação clinica de realizar o ecocardiograma sendo o outro formado por pacientes em tratamento ambulatorial, encaminhado a exame como parte do grupo controle. A participação foi voluntária. O estudo consta de pesquisa de dados secundários, por meio de consulta aos prontuários e de exame ecocardiográfico. Informações referentes à doença como tempo de HIV e aids, carga viral e dosagem de CD4, uso de drogas ilícitas, tempo de tratamento e tipo de antiretroviral, foram coletadas diretamente do prontuário dos participantes.As alterações cardiovasculares foram pesquisadas pelo ecocardiograma, exame não invasivo e que permite identificar alterações morfológicas e funcionais do coração. Resultados: Foram estudados 54 pacientes dos quais 75,9% do sexo masculino. A idade média dos participantes foi de 40 anos. Foram formados 3 grupos sendo 20,4% originados do ambulatório e sem indicação para o ecocardiograma, 40,7% de indivíduos hospitalizados e 38,9% oriundos do ambulatório, ambos com indicação de realizar o ecocardiograma. O tempo médio de infecção pelo HIV foi de 8,4 anos enquanto que de aids foi de 5,3 anos. Noventa por cento dos participantes usavam HAART e a média de tempo de uso desses medicamentos foi de 6,7 anos. A prevalência de pelo menos uma das alterações ecocardiográficas foi de 88,9% sendo que 75,9% dos participantes apresentaram dislipidemia. As alterações ecocardiográficas estiveram associadas ao tipo de encaminhamento do paciente, sendo mais freqüentes no grupo hospitalizado. Outras associações foram identificadas, como dislipidemia e o uso atual ou prévio de inibidor de protease, independentemente da idade ou sexo. Conclusões: A elevada prevalência das alterações ecocardiográficas encontradas neste estudo indica a necessidade da inclusão desse exame no seguimento médico dos portadores de HIV. O ideal seria um exame antes do início da terapia antiretroviral e outros com periodicidade de 6 meses visando à detecção e tratamento das cardiopatias.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.10.2008
  • Acesso à fonteAcesso à fonteAcesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2008.tde-13112008-114834 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATIOLI, Maria Gorett Washington; BUCHALLA, Cassia Maria. Estudo descritivo das alterações ecocardiográficas em portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2009/mat001.mp3 > DOI: 10.11606/D.6.2008.tde-13112008-114834.
    • APA

      Matioli, M. G. W., & Buchalla, C. M. (2008). Estudo descritivo das alterações ecocardiográficas em portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2009/mat001.mp3
    • NLM

      Matioli MGW, Buchalla CM. Estudo descritivo das alterações ecocardiográficas em portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2009/mat001.mp3
    • Vancouver

      Matioli MGW, Buchalla CM. Estudo descritivo das alterações ecocardiográficas em portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2009/mat001.mp3

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021