Exportar registro bibliográfico

Utilização de resinas de troca-iônica em efluentes de galvanoplastia (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: RIANI, JOSIANE COSTA - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PMT
  • Subjects: TROCA IÔNICA; EFLUENTES; GALVANOPLASTIA; GOMAS E RESINAS; ADSORÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: A contaminação por metais pesados no meio ambiente vem crescendo devido ao aumento do seu uso nas atividades indústrias. Por exemplo, as galvanoplastias geram um efluente contaminado com metais e o cromo é o principal poluente encontrado nesses efluentes. Assim o objetivo desse trabalho é a utilização de um sistema de troca iônica constituído por uma coluna de resina catiônica e outra aniônica para adsorção de metais pesados de soluções industriais, visando a recirculação de água de lavagem. As resinas utilizadas são: amberlyst 15 WET e amberlyst A-21; dowex marathon C e dowex marathon A; purolite C-150 e purolite A-850. Também se avalia a eluição dos íons metálicos nas resinas propostas. O efeito que a temperatura possui na eluição é avaliado para as resinas catiônicas, purolite C-150 e dowex marathon C. A cinética e a termodinâmica do cromo trivalente e do zinco são avaliados. A metodologia consiste em realizar experimentos de adsorção e eluição em colunas de troca-iônica e experimentos de adsorção em batelada para análise da cinética e termodinâmica dos íons presentes em solução. Os resultados mostram que a qualidade da água após a adsorção nos três sistemas propostos está de acordo com os valores permitidos pela Resolução CONAMA 357/05. Analisando os resultados da eluição nas resinas dowex marathon C nota-se que o aumento da temperatura favorece a remoção de íons presentes nos sítios de troca da resina, com exceção do cromo trivalente, essemesmo fenômeno é observado para a resina purolite C-150. Por outro lado, a eluição do cobre na resina purolite C-150 é desfavorecida com o aumento da temperatura, sendo que os demais íons aumentam a remoção à medida que a temperatura é aumentada. ) A adsorção de Cr³+ nas resinas estudadas é favorecida a altas temperaturas, e a adsorção do Zn²+ a baixas temperaturas. A natureza das reações de troca-iônica do cromo trivalente nas resinas estudadas é exotérmica e a do zinco é endotérmica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.05.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIANI, Josiane Costa; TENÓRIO, Jorge Alberto Soares. Utilização de resinas de troca-iônica em efluentes de galvanoplastia. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-30092008-151250/ >.
    • APA

      Riani, J. C., & Tenório, J. A. S. (2008). Utilização de resinas de troca-iônica em efluentes de galvanoplastia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-30092008-151250/
    • NLM

      Riani JC, Tenório JAS. Utilização de resinas de troca-iônica em efluentes de galvanoplastia [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-30092008-151250/
    • Vancouver

      Riani JC, Tenório JAS. Utilização de resinas de troca-iônica em efluentes de galvanoplastia [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-30092008-151250/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021