Exportar registro bibliográfico

Previsibilidade do ozônio troposférico pela técnica de rede neural artificial:: estudo para a região metropolitana de São Paulo (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: BORGES, ALESSANDRO SANTOS - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: ACA
  • Subjects: OZÔNIO; POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo trata do desenvolvimento de modelos de redes neurais artificiais (RNA) para previsão de concentrações de ozônio em superfície na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Foram usados dados meteorológicos e de concentração de poluentes coletados entre 1999 e 2004 nas estações de rede de monitoramento de qualidade do ar mantida pela Cetesb (Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental do Estado de São Paulo). Por meio de análises estatísticas multivariadas foram selecionadas as estações de monitoramento mais representativas para este estudo, para quais foram geradas RNAs respectivas a cada localidade. Tais modelos estatísticos utilizam como entrada valores médios de parâmetros meteorológicos, relativos aos períodos da manhã (entre 08:00 e 12:00 horas) e da tarde (13:00 e 17:00h), obtendo-se como saída concentrações médias e máximaas de ozônio para o período da tarde. Os modelos foram capazes de correlacionar as concentrações de ozônio com as variáveis de entrada dentro de níveis aceitáveis de variabilidade. A habilidade das RNAs como ferramentas de previsão foi testada por meio da aplicação de previsões meteorológicas resultantes do modelo de mesoescala RAMS (Regional Atmospheric Modeling System), fornecidas pelo Laboratório de Meteorologia Aplicada e Sistemas de Tempo Regionais (MASTER-DCA/IAG/USP). Os resultados indicam que os modelos representam uma ferramenta útil na estimativa de concentrações de ozônio, podendo então ser adotados para esse fim. Aimportância de cada variável para a previsibilidade do ozônio também foi avaliada para cada RNAs. As RNAs de Mauá e Santana se mostraram mais dependentes da variabilidade da temperatura, enquanto as demais foram mais influenciadas por variações no campo de vento. A umidade relativa, em geral, não foi uma variável que se destacou dentre as demais, porém foi importante para a qualidade do desempenho do modelo desenvolvido.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.07.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BORGES, Alessandro Santos; ANDRADE, Maria de Fatima. Previsibilidade do ozônio troposférico pela técnica de rede neural artificial:: estudo para a região metropolitana de São Paulo. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.
    • APA

      Borges, A. S., & Andrade, M. de F. (2008). Previsibilidade do ozônio troposférico pela técnica de rede neural artificial:: estudo para a região metropolitana de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Borges AS, Andrade M de F. Previsibilidade do ozônio troposférico pela técnica de rede neural artificial:: estudo para a região metropolitana de São Paulo. 2008 ;
    • Vancouver

      Borges AS, Andrade M de F. Previsibilidade do ozônio troposférico pela técnica de rede neural artificial:: estudo para a região metropolitana de São Paulo. 2008 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021