Exportar registro bibliográfico

Síndrome de Burnout em agentes comunitários de saúde e estratégias de enfrentamento (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: TELLES, STELA HELOISA - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: ENFERMAGEM PSIQUIÁTRICA; ESTRESSE PROFISSIONAL
  • Language: Português
  • Abstract: A Síndrome de Burnout é caracterizada por sentimentos de esgotamento físico e emocional, despersonalização e baixa realização pessoal. Constitui-se em uma reação à tensão emocional crônica por lidar excessivamente com outros seres humanos. Acomete principalmente trabalhadores que mantêm uma estreita relação de ajuda, fortalecendo a associação com as responsabilidades inerentes às profissões de cuidados humanitários. Esta investigação se propõe a verificar a provável ocorrência da Síndrome de Burnout em Agentes Comunitários de Saúde, visto que estes profissionais trabalham diretamente no cuidado a outras pessoas, sendo esta característica prevalente em tal Síndrome, bem como as estratégias de enfrentamento utilizadas por estes profissionais. Optou-se pelo método descritivo, transversal e quantitativo. Foram aplicados questionário, Maslach Burnout Inventory (MBI) e Escala Modos de Enfrentamento de Problemas (EMEP). A amostra foi constituída por 80 ACS escolhidos aleatoriamente, entre aqueles admitidos há pelo menos dois anos no serviço público municipal. Quanto aos resultados obtidos, verifica-se que se trata de uma amostra predominantemente do sexo feminino (93,75%), com filhos (68,75%), na faixa etária de 20 a 30 anos (35%) e com companheiro fixo (60%). Antes de atuar como ACS, 18,75% desta amostra trabalharam como auxiliar de serviços gerais, principalmente o âmbito do trabalho doméstico. A renda per capita de 38,75% é de menos de um salário mínimo e53,04% estão neste trabalho há mais de seis anos. Têm vida sedentária, pois 66,25% não praticam uma atividade física com freqüência. O MBI revela um sentimento de deterioração da percepção da própria competência e falta de satisfação destes profissionais com o próprio trabalho, não podem dar mais de si emocionalmente, demonstram estarem emocionalmente esgotados e, ainda, verificase o desenvolvimento incipiente de sentimentos e atitudes negativas e cinismo para ) com as pessoas por eles atendidas. O Modo de Enfrentamento mais utilizado são as estratégias focalizadas no problema, seguida pela busca de práticas religiosas/pensamento fantástico. Verifica-se indícios de sofrimento relacionado ao trabalho característico da Síndrome de Burnout com o esforço de buscar mecanismos que auxiliem no enfrentamento de problemas relacionados ao exercício profissional. Sugere-se estratégias de acolhimento a esses profissionais de forma a auxiliá-los a lidar com o sofrimento no trabalho
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.09.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TELLES, Stela Heloisa; CARVALHO, Ana Maria Pimenta. Síndrome de Burnout em agentes comunitários de saúde e estratégias de enfrentamento. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-06102008-141150/ >.
    • APA

      Telles, S. H., & Carvalho, A. M. P. (2008). Síndrome de Burnout em agentes comunitários de saúde e estratégias de enfrentamento. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-06102008-141150/
    • NLM

      Telles SH, Carvalho AMP. Síndrome de Burnout em agentes comunitários de saúde e estratégias de enfrentamento [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-06102008-141150/
    • Vancouver

      Telles SH, Carvalho AMP. Síndrome de Burnout em agentes comunitários de saúde e estratégias de enfrentamento [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-06102008-141150/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021