Exportar registro bibliográfico

Eletroforese capilar como ferramenta analítica para toxicologia forense (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: COSTA, JOSÉ LUIZ DA - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QFL
  • Subjects: ELETROFORESE (MÉTODOS); ESPECTROMETRIA DE MASSAS (MÉTODOS); TOXICOLOGIA FORENSE; DROGAS DE ABUSO
  • Language: Português
  • Abstract: No primeiro capítulo deste trabalho, são apresentados aspectos gerais sobre toxicologia forense e sobre a eletroforese capilar, .onde se buscou mostrar como a técnica analítica pode ser útil para aplicações forenses. O segundo capítulo apresenta o desenvolvimento de metodologia analítica baseada em eletroforese capilar com detecção por arranjo de diodos para determinação de drogas de abuso ou seus produtos de biotransformação em humor vítreo. Foram estudados parâmetros como a composição do eletrólito de corrida (com especial atenção ao fenômeno de eletrodispersão), pré-concentração online (stacking) e modo de extração dos analitos. Foi obtida completa separação eletroforética de 12 analitos investigados em menos de 10 minutos de corrida. Os parâmetros de confiança analítica do método mostraram este é perfeitamente aplicável às análises toxicológicas com finalidade forense. O terceiro capítulo apresenta a elaboração de metodologia analítica baseada em eletroforese capilar acoplada a espectrometria de massas para determinação de cocaína e cinco produtos de biotransformação em urina, com procedimento de preparo da amostra biológica simplificado. O procedimento desenvolvido apresentou sensibilidade adequada para verificação de intoxicações agudas por cocaína, e a espectrometria de massas acrescentou grande seletividade à análise, principalmente quando a detecção foi realizada pela seleção do íon-pai e fragmentos gerados a 34 'POR CENTO' de energia decolisão. O terceiro capítulo apresenta o desenvolvimento de método simples e rápido para determinação de MDMA em comprimidos de Ecstasy usando eletroforese capilar de zona. Na corrida eletroforética desenvolvida, é possível determinar a concentração de MDMA em menos de dois minutos (usando procaína com padrão interno). O método desenvolvido foi comparado. ao utilizado rotineiramente, no Núcleo de Análise Instrumental do Instituto de Criminalística de São Paulo, ) baseado em cromatografia líquida de alta eficiência com detecção por fluorescência. O método eletroforético desenvolvido foi cinco vezes mais rápido do que o método de referência, permitindo maior produtividade sem que houvesse perda da qualidade do resultado. Por fim, o capítulo 4 apresenta as considerações finais deste trabalho, onde se pode concluir que a eletroforese capilar, ainda que pouco utilizada em laboratórios forenses brasileiros, pode ser ferramenta de grande utilidade nas análises toxicológicas destinada a esta finalidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.06.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, José Luiz da; TAVARES, Marina Franco Maggi. Eletroforese capilar como ferramenta analítica para toxicologia forense. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23092008-104730/ >.
    • APA

      Costa, J. L. da, & Tavares, M. F. M. (2008). Eletroforese capilar como ferramenta analítica para toxicologia forense. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23092008-104730/
    • NLM

      Costa JL da, Tavares MFM. Eletroforese capilar como ferramenta analítica para toxicologia forense [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23092008-104730/
    • Vancouver

      Costa JL da, Tavares MFM. Eletroforese capilar como ferramenta analítica para toxicologia forense [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23092008-104730/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021