Exportar registro bibliográfico

Eficiência agronômica do Etofenprox no controle de Sitophilus zeamais Motsch., 1855 (Coleoptera: Curculionidae) em grãos armazenados de milho e a relação entre o seu ataque e a variação de umidade e atividade de água dos grãos (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LAHÓZ, ANDRÉ CAPELARI - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: ARMAZENAMENTO AGRÍCOLA; CONTROLE QUÍMICO; GORGULHOS; INSETICIDAS (RESISTÊNCIA); MILHO
  • Language: Português
  • Abstract: O gorgulho do milho, Sitophilus zeamais (Motsch., 1855) é a principal praga no armazenamento de milho. Seu controle é feito com a aplicação de inseticidas curativos e ou preventivos, mas o método apresenta inconvenientes relacionados com fatores toxicológicos e de resistência da praga devido ao pequeno número de inseticidas registrados e estes pertencerem a grupos químicos antigos, como os organofosforados e piretróides. Com o objetivo de testar um grupo químico diferente e mais moderno no controle desta praga e analisar a variação de umidade e atividade de água dos grãos de milho no decorrer do experimento, foi instalado este ensaio. Os grãos de milho foram pulverizados na proporção de 5 litros de calda por tonelada de grão, e depois mantidos em sacos de pano para manter os insetos em contato com os grãos e ao mesmo tempo, possibilitar a troca de ar. O ensaio foi instalado com sete tratamentos no início do experimento e mais quatro depois de dois meses, para testar novas doses e misturas do Etofenprox no controle do gorgulho. Os produtos utilizados para comparação com Etofenprox foram: Sumigran 500 (15 mL/ton. grão), Sumigran Plus (20 mL/ton. grão), K-Obiol (15 mL/ton. grão) e óleo de eucalipto (12,4 Lt/ton. grão), além da mistura do Etofenprox (20mL/ton. grão) com Butóxido de Piperonila (0,5%) e com Sumigran (10 mL/ton. grão). O Etofenprox não apresentou eficiência no controle de S. zeamais, porém sua mistura com Butóxido de Piperonila e Sumigran apresentarameficiência superior aos tratamentos com Etofenprox, sugerindo um possível efeito sinérgico e uma possível alternativa para o controle da resistência, uma vez que o Etofenprox pertence a um grupo químico diferente dos registrados atualmente, sendo muito menos tóxico. O efeito sinergista do Butóxido de Piperonila já é conhecido e foi testado o possível efeito sinérgico do Etofenprox com o Fenitrotion. O teste ) foi instalado sobre placas de concreto que tiveram metade de suas superfícies aplicadas com doses de Fenitrotion (0,8 mL/m² ; 0,6 mL/m²; 0,4 mL/m²; 0,2 mL/m²; 0,1 mL/m² e 0,05 mL/m²) e a outra metade com as mesmas doses de Fenitrotion adicionadas ao Etofenprox (1,25 mL/m²). Outra observação foi que o óleo de eucalipto, mesmo não sendo eficiente no controle de S. zeamais, teve eficiência superior à testemunha e inibiu a oviposição. Observou-se que o dano dos insetos alterou a umidade, uma vez que os tratamentos que tinham insetos vivos apresentaram sempre umidade superior em relação aos tratamentos eficientes no controle desta praga. A maior umidade dos grãos nos quatro tratamentos instalados posteriormente fez com que o tempo de controle fosse menor. Esse experimento conclui que: Etofenprox não é eficiente no controle de S. zeamais, nas doses testadas; Etofenprox não apresenta efeito sinérgico com Fenitrotion no controle de S. zeamais; o óleo de eucalipto obteve controle superior à testemunha e inibiu a oviposição; o dano do inseto afeta diretamente aumidade da massa de grãos; a umidade dos grãos reduz o tempo de controle dos produtos utilizados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2008
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LAHÓZ, André Capelari; NAKANO, Octavio. Eficiência agronômica do Etofenprox no controle de Sitophilus zeamais Motsch., 1855 (Coleoptera: Curculionidae) em grãos armazenados de milho e a relação entre o seu ataque e a variação de umidade e atividade de água dos grãos. 2008.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-26092008-092930/ >.
    • APA

      Lahóz, A. C., & Nakano, O. (2008). Eficiência agronômica do Etofenprox no controle de Sitophilus zeamais Motsch., 1855 (Coleoptera: Curculionidae) em grãos armazenados de milho e a relação entre o seu ataque e a variação de umidade e atividade de água dos grãos. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-26092008-092930/
    • NLM

      Lahóz AC, Nakano O. Eficiência agronômica do Etofenprox no controle de Sitophilus zeamais Motsch., 1855 (Coleoptera: Curculionidae) em grãos armazenados de milho e a relação entre o seu ataque e a variação de umidade e atividade de água dos grãos [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-26092008-092930/
    • Vancouver

      Lahóz AC, Nakano O. Eficiência agronômica do Etofenprox no controle de Sitophilus zeamais Motsch., 1855 (Coleoptera: Curculionidae) em grãos armazenados de milho e a relação entre o seu ataque e a variação de umidade e atividade de água dos grãos [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-26092008-092930/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020