Exportar registro bibliográfico

Monitoramento de espécies químicas produzidas durante a fermentação alcoólica utilizando sistemas de análises em fluxo (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: MENESES, SILVIA REGINA PESSOA DE - CENA
  • Unidade: CENA
  • Subjects: ANÁLISE EM FLUXO CONTÍNUO; ESPECTROFOTOMETRIA; QUÍMICA ANALÍTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Sistemas de análises químicas por injeção em fluxo envolvendo difusão gasosa foram projetados para a determinação espectrofotométrica de sulfeto e sulfito em melaços e caldos de cana de açúcar fermentados, visando a seleção de leveduras em função das quantidades destas espécies químicas produzidas durante o processo de fermentação. Os métodos para determinação de sulfeto e sulfito envolveram os reagentes N,Ndimetil-p-fenilenidiamino (DMPD) e verde de malaquita (MG), respectivamente. A reação entre DMPD e sulfeto, em presença de Fe(1II) e em meio ácido, resulta na formação de azul de metileno (MB) que é monitorado a 668 nm. O sinal analitico é registrado sob forma de pico cuja altura é proporcional ao teor de sulfeto na amostra. A reação entre MG e sulfito, em meio alcalino, resulta na diminuição da absorbância de MG monitorada a 620 nm. O sinal analítico é registrado como pico invertido proporcional à concentração de sulfito. Os principais parâmetros envolvidos em ambas as determinações, tais como vazões, concentrações de reagentes, pH dos ambientes reacionais, temperatura, volume inserido da amostra, dimensões dos módulos de análises, bem como presença de tensoativos e eletrólitos concentrados foram investigados, permitindo a otimização dos sistemas continua...) Devido às interações entre os analitos e os compostos contendo grupos carbonila existentes na matriz, bem como atrações eletrostáticas entre as espécies gasosas formadas e as partículas emsuspensão, a etapa de volatilização dos analitos da amostra se constituiu em fator limitante quanto á utilização dos procedimentos em análises in situ. Neste sentido, a necessidade de tratamento prévio da amostra foi demonstrada. Os sistemas propostos são robustos e fornecem resultados precisos (d.p.r. <2 %) com valocidade analítica de 30 determinações por hora. As curvas analíticas se apresentam lineares até 5,0 mg L1 S-S2 ou 25,0 mg L1 S-SO2, os limites de detecção foram estimados como 0,04 e 0,7 mg L1 de S-S2 e S-S02, e os consumos de reagentes foram de 0,6 mg DMPD e de 0,002 mg MG por determinação. Emprego do método das adições-padrão foi sugerido para superação das interferências matriciais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENESES, Silvia Regina Pessoa de; ZAGATTO, Elias Ayres Guidetti. Monitoramento de espécies químicas produzidas durante a fermentação alcoólica utilizando sistemas de análises em fluxo. 2008.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25112009-100121/ >.
    • APA

      Meneses, S. R. P. de, & Zagatto, E. A. G. (2008). Monitoramento de espécies químicas produzidas durante a fermentação alcoólica utilizando sistemas de análises em fluxo. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25112009-100121/
    • NLM

      Meneses SRP de, Zagatto EAG. Monitoramento de espécies químicas produzidas durante a fermentação alcoólica utilizando sistemas de análises em fluxo [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25112009-100121/
    • Vancouver

      Meneses SRP de, Zagatto EAG. Monitoramento de espécies químicas produzidas durante a fermentação alcoólica utilizando sistemas de análises em fluxo [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25112009-100121/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020