Exportar registro bibliográfico

Emprego de um novo dispositivo intravaginal para liberação sustentada de progesterona em programas de TETF em receptoras de embrião (Bos taurus taurus x Bos taurus indicus) (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: PARDO, FERNANDO JOSÉ DELAI - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: NOVILHOS; TRANSFERÊNCIA DE EMBRIÕES; PROGESTERONA; NOVILHOS
  • Language: Português
  • Abstract: Dentre os inúmeros fatores para o sucesso dos programas de TE, as receptoras merecem grande destaque por serem fator determinante no sucesso desta biotecnologia. Atualmente, os produtos de liberação de progesterona disponíveis no mercado brasileiro são importados e confeccionados a base de nylon e silicone. O silicone é uma matriz biocompatível, mas não biodegradável, contrariamente aos novos dispositivos que utilizam biopolímeros obtidos a partir da fermentação bacteriana da cana-de-açúcar. O presente experimento tem como objetivo estudar a eficiência do novo dispositivo intravaginal de liberação sustentada de progesterona no programa de TETF, em novilhas e vacas cruzadas, pela avaliação das taxas de aproveitamento, concepção e de prenhez. O experimento foi realizado em parceria com a empresa de Embryo-sys®, a qual foi responsável por realizar a sincronização das receptoras, assim como das inovulações. As sincronizações e as inovulações foram realizadas em três propriedades nos municípios de Paranapanema-SP, Itapetininga-SP e Ouro Fino-MG. Todos os animais foram submetidos a rigoroso manejo sanitário e ginecológico, e mantidos a pasto (Brachiaria decumbens) com suplementação mineral e água ad libitum. As receptoras (n = 205) foram agrupadas equitativamente quanto ao escore de condição corporal, condição ovariana, categoria animal e período pós-parto, em dois grupos: Grupo Controle - dispositivo auricular (Crestar®, Intervet, Holanda) contendo 3mg denorgestomet (n=103) e Grupo Tratado - implante intravaginal (Progestar®, Innovare, Brasil) contendo 1,72g de progesterona (n=102). No início da sincronização ambos os grupos foram tratados com 2mg de benzoato de estradiol (BE, Innovare, Brasil) intramuscular (IM). Os dispositivos permaneceram nos animais por oito dias, e no momento da retirada foram administradas 400UI de eCG (Novormon®, Syntex, Argentina) IM e 530&mu;g ) cloprostenol sódico (Sincrocio®,Ouro Fino, Brasil) IM. Após 24 horas da retirada, foi aplicado 1mg de BE IM, como indutor de ovulação. Analisando as novilhas (n=77), vacas solteiras (n=69) e paridas (n=59), obtiveram-se os seguintes resultados, respectivamente para os grupos controle e tratamento: taxa de aproveitamento (TA) 72,8% (n=103) vs 83,3% (n=102), de concepção (TC) 47,9% (n=73) vs 42,7% (n=82) e de prenhez (TP) 34,7% (n=101) vs 35,0% (n=100). Em analise posterior, as vacas paridas foram divididas em duas classes de período pós-parto: PP1 de 2 a 4 meses (n=35) e PP2 de 4 a 8 meses (n=24). Houve efeito da interação entre PP e condição ovariana (CO) para a variável TA, obtendo no PP2, os valores, significativamente diferentes (PP2, os valores, significativamente diferentes (P<0,05), foram de 83,3% para as que estavam ciclando e 50% para as que não estavam ciclando. Também houve efeito de período pós-parto para TC e os valores de PP1 foi de 48,5% e no PP2 foi de 35,3% (P<0,05). Assim como para TC, houve efeito de PP para TP: vacas no PP1tiveram 45,7% de prenhez, enquanto as que estavam no PP2, 26,4% (P<0,05). Concluiu-se que o novo dispositivo à base de biopolímeros Progestar® foi capaz de proporcionar taxas de ovulação, de concepção e de prenhez nas inovulações em programas TETF, em novilhas e vacas cruzadas, tanto quanto dispositivos confeccionados com silicone que liberam progestágenos (Crestar®).
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PARDO, Fernando José Delai; MADUREIRA, Ed Hoffmann. Emprego de um novo dispositivo intravaginal para liberação sustentada de progesterona em programas de TETF em receptoras de embrião (Bos taurus taurus x Bos taurus indicus). 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-154438/ >.
    • APA

      Pardo, F. J. D., & Madureira, E. H. (2008). Emprego de um novo dispositivo intravaginal para liberação sustentada de progesterona em programas de TETF em receptoras de embrião (Bos taurus taurus x Bos taurus indicus). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-154438/
    • NLM

      Pardo FJD, Madureira EH. Emprego de um novo dispositivo intravaginal para liberação sustentada de progesterona em programas de TETF em receptoras de embrião (Bos taurus taurus x Bos taurus indicus) [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-154438/
    • Vancouver

      Pardo FJD, Madureira EH. Emprego de um novo dispositivo intravaginal para liberação sustentada de progesterona em programas de TETF em receptoras de embrião (Bos taurus taurus x Bos taurus indicus) [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-154438/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021