Exportar registro bibliográfico

Obtenção de plantas autotetraplóides de variedades de porta-enxertos de citros (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA JÚNIOR, APARECIDO DA - CENA
  • Unidade: CENA
  • Subjects: ALCALOIDES; CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS; RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS
  • Language: Português
  • Abstract: A citricultura brasileira destaca-se como a de maior expressão em nível mundial, com cerca de 27,9% da produção mundial de laranjas e 59% da produção global de suco concentrado congelado de laranja. No entanto, apresenta uma vulnerabilidade que é o predomínio de uma única espécie de porta-enxerto, o limão 'Cravo', com aproximadamente 85% das plantas cítricas plantadas sobre ele. Assim, uma maior diversificação dos porta-enxertos é necessária mas isto depende também da obtenção e da disponibilização de variedades superiores ao limão 'Cravo'. O porta-enxerto é de fundamental importância na formação da muda cítrica, visto que ele interfere em vários aspectos da planta enxertada, dentre eles o vigor da copa e o tamanho das plantas. Atualmente, devido ao surgimento de novas doenças e a necessidade de maximização dos recursos alocados na propriedade citrícola, tem sido utilizado o plantio de pomares mais adensados, com consequentemente aumento no interesse da produção de plantas com menor porte. Uma das possibilidades de se obter plantas de porte baixo é por meio do uso de porta-enxertos ananicantes ou semi-ananicantes, sendo que alguns autores já verificaram que plantas autotetraplóides, quando usadas como porta-enxertos, induzem à formação de plantas de porte baixo continua...) O objetivo inicial deste trabalho foi obter e identificar plantas autopoliplóides de limão 'Cravo', tangerinas 'Cleópatra' e 'Sunki', utilizando-se o método de cultivo in vitro desegmentos de epicótilo temporariamente em meio de cultura contendo colchicina, seguido de regeneração das brotações em meio sem o alcalóide. A colchicina causou toxidez aos explantes, nos diversos tempos de cultivo e concentrações testadas. Várias plantas foram obtidas e dentre estas, 27 foram selecionadas por possuir características morfológicas semelhantes à plantas poliplóides. A seguir, foram realizados experimentos com seis plantas selecionadas (duas de cada espécie) visando confirmar a ploidia e a origem nucelar, além de caracterizar a morfologia das folhas, a densidade estomática e alguns parâmetros fisiológicos. Dentre as seis plantas, apenas quatro foram confirmadas como sendo autotetraplóides pelo método de citometria de fluxo. Estas, geralmente apresentaram folhas com comprimento significativamente menor, maior espessura do limbo foliar e menor densidade estomática nas folhas. Todas as seis plantas apresentaram alguma modificação em parâmetros fisiológicos, mas ainda não se pode determinar se estas modificações poderão afetar as taxas de crescimento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.08.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA JUNIOR, Aparecido da; LATADO, Rodrigo Rocha. Obtenção de plantas autotetraplóides de variedades de porta-enxertos de citros. 2008.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-01062009-160048/ >.
    • APA

      Silva Junior, A. da, & Latado, R. R. (2008). Obtenção de plantas autotetraplóides de variedades de porta-enxertos de citros. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-01062009-160048/
    • NLM

      Silva Junior A da, Latado RR. Obtenção de plantas autotetraplóides de variedades de porta-enxertos de citros [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-01062009-160048/
    • Vancouver

      Silva Junior A da, Latado RR. Obtenção de plantas autotetraplóides de variedades de porta-enxertos de citros [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-01062009-160048/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021