Exportar registro bibliográfico

Filhos de alcoolistas: afetividade e conflito nas relações familiares (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SOUZA, JOSEANE DE - EERP
  • School: EERP
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: ALCOÓLATRAS; FILHOS; RELAÇÕES FAMILIARES; ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo teve como objetivos: verificar os níveis de afetividade e de conflito nas díades pai-mãe, pai-filho, (subsistema parental), identificar a ocorrência de sintomas depressivos, problemas comportamentais e cognitivos nas crianças de 9 a 11 anos, identificar sintomas depressivos nos pais e mães, buscar compreender a história de vida do pai e da mãe em suas famílias de origem, descrever a percepção que pai/marido e mãe/esposa têm do alcoolismo e suas conseqüências para as relações familiares. Participaram deste estudo quatorze famílias cujo pai era alcoolistas e tinham filhos na faixa etária entre 9 e 11 anos. Os critérios de inclusão do grupo foram: pai alcoolista com diagnóstico de dependência de álcool, isto de acordo com a décima versão da Classificação Internacional de Doenças (CID-10) para transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool, intoxicação aguda (F.10.0), e com eventuais co-morbidades, por exemplo: tabagismo, depressão e ansiedade. E tivesse no mínimo cinco anos de convivência com a esposa e os filhos. Os pais deveriam ter vínculo conjugal (oficial ou consensual). As crianças não deveriam apresentar déficits sensoriais e neurológicos evidente, históricos de ferimento na cabeça, ainda, não estarem em atendimento psicológico e /ou psiquiátrico e não terem histórico de uso ou de dependência química. A mãe não deveria apresentar dependência de álcool e drogas, podendo ser incluído mãe tabagista. Os instrumentos utilizados foram:roteiro de identificação familiar, Familiograma, Genograma e roteiro sobre o histórico de alcoolismo. Os instrumentos para avaliação das variáveis pessoais da criança foram: Escala Comportamental Infantil A2 de Rutter (ECI), Inventário de Depressão Infantil (IDI), Matrizes Progressivas Coloridas de Raven. Para avaliar sinais de depressão nos pais e mães foi utilizado o Inventário de Beck de Depressão. A coleta de dados foi realizada por meio de ) três visitas para as famílias, com horário e dia marcados com os pais. Os resultados revelaram: a percepção de mais afetividade na relação mãe e filho e mais conflito na relação conjugal, sugerindo que existe mais proximidade entre mãefilho e distanciamento na relação pai-filho. A história da família de origem dos pais revelou que os mesmos foram filhos de pais alcoolistas e tiveram um relacionamento mais próximo com suas mães e distante com seus pais. Ao correlacionar o nível de afetividade de mães com seus filhos e com a presença de sintomas de depressão e problemas de comportamento observa-se que quanto mais afetividade o filho percebe em sua relação com a mãe menos sinais de depressão ele apresenta e menos sinais de problemas de comportamento. Pesquisar as relações de famílias alcoolistas pode contribuir para identificar as variáveis familiares que estão interferindo nesse percurso, planejar projetos de intervenções que incluam a família auxiliando o paciente alcoolista a restabelecer sua vida familiar e, conseqüentemente,diminuir as chances desta criança de desenvolver uma dependência
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.04.2008
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Joseane de; CARVALHO, Ana Maria Pimenta. Filhos de alcoolistas: afetividade e conflito nas relações familiares. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-29042008-104407/ >.
    • APA

      Souza, J. de, & Carvalho, A. M. P. (2008). Filhos de alcoolistas: afetividade e conflito nas relações familiares. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-29042008-104407/
    • NLM

      Souza J de, Carvalho AMP. Filhos de alcoolistas: afetividade e conflito nas relações familiares [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-29042008-104407/
    • Vancouver

      Souza J de, Carvalho AMP. Filhos de alcoolistas: afetividade e conflito nas relações familiares [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-29042008-104407/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022