Exportar registro bibliográfico

Estudo cefalométrico comparativo entre o recurso da Teoria de Força das Dez Horas e o uso do Aparelho Extrabucal (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: CABRERA, MARISE DE CASTRO - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: MALOCLUSÃO DE ANGLE CLASSE II; ORTODONTIA CORRETIVA; APARELHO ORTODÔNTICO FIXO; APARELHOS ORTODÔNTICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo objetivou comparar os efeitos cefalométricos promovidos por dois protocolos diferentes com a finalidade de corrigir a má oclusão de Classe II: Aparelho Extrabucal associado ao aparelho fixo (grupo AEB) e o recurso da Teoria de Força das Dez Horas, que consiste no uso de aparelho ortodôntico fixo, 8 horas diárias de uso de aparelho extrabucal e 16 horas de uso de elásticos de Classe II, sendo 8 horas com apoio no primeiro molar inferior e 8 horas com apoio no segundo molar inferior (grupo T10). O grupo T10 consistiu de 31 pacientes, com idade média inicial de 14,90 anos, idade média final de 17,25 anos e tempo médio de tratamento de 2,35 anos. O grupo AEB consistiu de 28 pacientes com idade média inicial de 13,98 anos, idade média final de 16,46 anos e tempo médio de tratamento de 2,47 anos. Foram avaliadas as telerradiografias em norma lateral de todos os pacientes, nas fases pré e pós-tratamento ortodôntico. Para comparação entre os grupos, foi utilizado o teste t independente. Os resultados demonstraram que os molares superiores sofreram maior inclinação para distal e maior extrusão no grupo AEB. Os molares inferiores apresentaram uma discreta extrusão e mesialização em ambos os grupos, porém sem diferença estatisticamente significante, mostrando que os molares inferiores não sofreram maior mesialização devido ao uso dos elásticos no grupo T10. A relação molar de Classe II foi melhor corrigida no grupo da T10, provavelmente pela falta de cooperação dopaciente no uso do aparelho extrabucal. Concluiu-se que a Teoria das Dez Horas é válida porque o uso de elásticos de Classe II não influenciou a posição dos dentes inferiores
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.07.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CABRERA, Marise de Castro; FREITAS, Marcos Roberto de. Estudo cefalométrico comparativo entre o recurso da Teoria de Força das Dez Horas e o uso do Aparelho Extrabucal. 2008.Universidade de São Paulo, Bauru, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17102008-103007/ >.
    • APA

      Cabrera, M. de C., & Freitas, M. R. de. (2008). Estudo cefalométrico comparativo entre o recurso da Teoria de Força das Dez Horas e o uso do Aparelho Extrabucal. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17102008-103007/
    • NLM

      Cabrera M de C, Freitas MR de. Estudo cefalométrico comparativo entre o recurso da Teoria de Força das Dez Horas e o uso do Aparelho Extrabucal [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17102008-103007/
    • Vancouver

      Cabrera M de C, Freitas MR de. Estudo cefalométrico comparativo entre o recurso da Teoria de Força das Dez Horas e o uso do Aparelho Extrabucal [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17102008-103007/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021