Exportar registro bibliográfico

Influência da irradiação com lasers de alta potência na microinfiltração bacteriana e fúngica em dentes humanos retrobturados com MTA (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: AUN, CARMO ANTONIO - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: INFILTRAÇÃO DENTÁRIA; LASER (ODONTOLOGIA); BACTÉRIAS (ODONTOLOGIA); FUNGOS (ODONTOLOGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo experimental avaliou, in vitro, a microinfiltração de E. faecalis e C. albicans em raízes cujas superfícies apicais ressectadas e retropreparadas para obturação retrógrada sofreram irradiação dos lasers Nd:YAG, Diodo 810 nm e Er,Cr:YSGG, e posteriormente retrobturadas com MTA. Setenta raízes foram instrumentadas, obturadas endodonticamente, apicectomizadas e receberam retropreparos com pontas ultra-sônicas diamantadas e lisas na potência média. A divisão dos espécimes se deu de acordo com o laser utilizado e o tipo de microorganismo. Os grupos G1 e G5 não foram irradiados, G2 e G6 irradiados com Nd:YAG, G3 e G7 com Diodo e G4 e G8 com Er,Cr:YSGG (n = 8). Foram utilizados controles positivo (n = 3) e negativo (n = 3). Todos os procedimentos operatórios foram realizados com um dispositivo de simulação de dificuldades operatórias. Após a impermeabilização, colagem das raízes em tubos preparados, esterilização e retrobturação com MTA branco, o sistema de câmaras superior, contendo o inóculo de microorganismos, e inferior, contendo meio esterilizado foi montado em contato com o ápice. Os grupos G1 a G4 foram inoculados com E. faecalis, e os grupos G5 a G8 com C. albicans. A troca de meio na câmara superior se deu a cada 3 dias e a verificação da turvação do meio inferior era diária, por um período de 60 dias. Ao final, os resultados indicaram que: o controle positivo apresentou 100% de microinfiltração, o controle negativo não microinfiltrou e os gruposexperimentais apresentaram padrões de microinfiltração que variaram entre 50% (G1) e 100% (G2) de microinfiltração, onde 68,75% do total de espécimes microinfiltraram. Não houve diferença estatística significativa entre os grupos aplicando-se os testes Exato de Fischer e Kruskal-Wallis (p > 0,05) em nenhuma interação. Pode-se concluir que o tratamento das retrocavidades e superfície apical ressectada, com os ) lasers utilizados neste estudo, não alterou o padrão de microinfiltração das retrobturações com MTA frente a E. faecalis e C. albicans. O tipo de microorganismo utilizado também não alterou a quantidade de espécimes microinfiltrados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.04.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AUN, Carmo Antonio; GAVINI, Giulio. Influência da irradiação com lasers de alta potência na microinfiltração bacteriana e fúngica em dentes humanos retrobturados com MTA. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-10072008-145617/ >.
    • APA

      Aun, C. A., & Gavini, G. (2008). Influência da irradiação com lasers de alta potência na microinfiltração bacteriana e fúngica em dentes humanos retrobturados com MTA. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-10072008-145617/
    • NLM

      Aun CA, Gavini G. Influência da irradiação com lasers de alta potência na microinfiltração bacteriana e fúngica em dentes humanos retrobturados com MTA [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-10072008-145617/
    • Vancouver

      Aun CA, Gavini G. Influência da irradiação com lasers de alta potência na microinfiltração bacteriana e fúngica em dentes humanos retrobturados com MTA [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-10072008-145617/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021