Exportar registro bibliográfico

Análise da paisagem no entorno de três unidades de conservação: subsídios para a criação da zona de amortecimento (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: TAMBOSI, LEANDRO REVERBERI - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIE
  • Subjects: ECOLOGIA DA PAISAGEM; CONSERVAÇÃO BIOLÓGICA; PLANEJAMENTO AMBIENTAL; SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA
  • Language: Português
  • Abstract: As Unidades de Conservação (UCs) foram criadas para proteger e manter os remanescentes de ecossistemas naturais a fim de reduzir a perda da biodiversidade e garantir sua manutenção em longo prazo. Atualmente, muitas UCs se encontram na forma de pequenos fragmentos isolados e sob forte pressão antrópica, exigindo um manejo na forma de uma rede de fragmentos, visando reduzir as pressões das atividades do entorno. O presente trabalho teve como objetivo gerar subsídios para a criação de uma zona de amortecimento (ZA) comum para o Parque Estadual de Vassununga e para a Estação Ecológica de Jataí, visando reduzir as pressões antrópicas sobre as UCs e facilitar o fluxo biológico entre os fragmentos. Foi realizado o mapeamento da paisagem para identificar as principais formas de uso, as fontes de impactos ambientais e verificar o cumprimento da legislação de áreas de preservação permanente. Foram utilizadas métricas de paisagens para analisar a configuração espacial dos remanescentes de vegetação arbórea e selecionar fragmentos importantes para a facilitação do fluxo biológico. Foram utilizados modelos de previsão de riqueza e probabilidade de ocorrência de espécies-alvo de aves para selecionar áreas potencialmente importantes para a manutenção da biodiversidade. A paisagem da área de estudo apresenta menos de 30% de remanescentes de vegetação natural, distribuídos em pequenos fragmentos, imersos em uma matriz de cana-de-açúcar e eucalipto. O desrespeito à legislação enumerosas fontes de impacto ambiental contribuem para aumentar a pressão sobre os recursos naturais. O incremento da conectividade dos fragmentos, principalmente com a restauração das florestas ribeirinhas mostrou ser uma estratégia importante para restabelecer a conectividade funcional entre as UCs e entre os remanescentes da paisagem. Na região existem fragmentos com potencial para facilitar os fluxos ) biológicos, atuando como uma rede de fragmentos, e auxiliar na manutenção da biodiversidade. Porém, grande parte deles está localizada no interior de propriedades particulares, exigindo esforços para conscientização dos proprietários para proteção e incremento da conectividade destes fragmentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.05.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TAMBOSI, Leandro Reverberi; PIVELLO, Vania Regina. Análise da paisagem no entorno de três unidades de conservação: subsídios para a criação da zona de amortecimento. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-18072008-163630/ >.
    • APA

      Tambosi, L. R., & Pivello, V. R. (2008). Análise da paisagem no entorno de três unidades de conservação: subsídios para a criação da zona de amortecimento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-18072008-163630/
    • NLM

      Tambosi LR, Pivello VR. Análise da paisagem no entorno de três unidades de conservação: subsídios para a criação da zona de amortecimento [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-18072008-163630/
    • Vancouver

      Tambosi LR, Pivello VR. Análise da paisagem no entorno de três unidades de conservação: subsídios para a criação da zona de amortecimento [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-18072008-163630/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021