Exportar registro bibliográfico

Dosagem dos níveis de anti-oxidantes enzimáticos e resistência celular ao estresse oxidativo, do sêmen de perdizes (Rhynchotus rufescens) criadas em cativeiro e suplementadas com selênio (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: GÓES, PAOLA ALMEIDA DE ARAÚJO - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: SÊMEN ANIMAL (COLETA); PERDIZES; ANIMAIS DE CATIVEIRO
  • Language: Português
  • Abstract: Considerando a importância comercial da perdiz (Rhynchotus rufescens), implantou-se algumas biotecnologias reprodutivas. Trinta animais foram divididos aleatoriamente em dois grupos: controle (sem selênio orgânico) e tratamento (com 0,2 a 0,8mg de selênio em 1000kgs de ração ), provenientes da FCAV-UNESP/Jaboticabal (2007-2008). Coletou-se semên por excitação manual que foram aliquotados em pools com 150&micro;L. Após a avaliação do volume, motilidade, vigor, números de espermatozóides, concentração e morfologia espermática, diluiu-se 20'mü'l de sêmen em 300'mü'l de solução fisiológica para testar a Integridade das membranas acrossomal e plasmática e avaliação da atividade mitocondrial. Uma outra alíquota de 20'mü'l foi utilizada para testar a resistência dos espermatozóides ao estresse oxidativo, induzido (vitamina C + sulfato ferroso), por meio da dosagem de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS). A amostra restante foi congelada diretamente em nitrogênio líquido para a realização do teste da integridade do DNA espermático e para medir a atividade das enzimas antioxidantes Catalase e Glutationa Peroxidase. Contou-se 200 células, para avaliação da integridade acrossomal e de membrana, atividade mitocondrial e ensaio cometa e classificou-as: 1) Acrossomo Íntegro: cor lilás e Não-Íntegro: róseo; 2)Células Vivas (não coradas) e Mortas (coradas), 3) Classes de I a IV, sendo Classe I (todas as mitocôndrias íntegras) com a peça intermediáriatotalmente corada e Classe IV (todas as mitocôndrias comprometidas) com a peça intermediária totalmente descorada e 4) Cometa I a IV, sendo Cometa I (DNA íntegro): células com halo ao seu redor e núcleo corado, porém sem cauda de cometa evidente e Cometa IV (DNA altamente fragmentado): célula com núcleo completamente descorado e apenas a cauda do cometa, respevtivamente. Os dados foram analisados pelo SAS, ) System for Windows. Nenhuma diferença foi encontrada para volume, motilidade, vigor, número de espermatozóides, concentração, integridade acrossomal, integridade da membrana plasmática, Classes I e III da atividade mitocondrial, Cometa I,II e IV, TBARS e atividade da Glutationa. Foram encontradas diferenças nas Classes II (Se=33,39±2,93 e Controle=44,39±2,59, p=0.0125 e IV (Se=3,44±0,09 e Controle=1,50±0,38, p=0.0401) e Cometa III (Se=16,00 ± 0,82 e Controle=34,75 ± 1,44, p=<.0001), respectivamente. A diferença encontrada no DAB II pode ser devido aos danos causados na arquitetura da peça intermediária pela deficiência de selênio, o que compromete a mobilidade e a capacidade de fecundação do espermatozóide. Para o DAB IV, não era esperado esse resultado, que pode ser devido aos pequenos valores encontrados para essa variável (Se=3,44% e Controle=1,50%) em relação ao total das classes e que poderia não ser significante se levássemos em consideração as classes juntas. Em relação a porcentagem mais baixa de espermatozóides do grupo suplementado com selêniopara a classe III do Ensaio Cometa, pode sugerir um efeito de proteção desta substância, possivelmente devido a um índice mais elevado da Glutationa Peroxidase
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.04.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GÓES, Paola Almeida de Araújo; BARNABE, Valquiria Hyppólito. Dosagem dos níveis de anti-oxidantes enzimáticos e resistência celular ao estresse oxidativo, do sêmen de perdizes (Rhynchotus rufescens) criadas em cativeiro e suplementadas com selênio. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-141415/ >.
    • APA

      Góes, P. A. de A., & Barnabe, V. H. (2008). Dosagem dos níveis de anti-oxidantes enzimáticos e resistência celular ao estresse oxidativo, do sêmen de perdizes (Rhynchotus rufescens) criadas em cativeiro e suplementadas com selênio. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-141415/
    • NLM

      Góes PA de A, Barnabe VH. Dosagem dos níveis de anti-oxidantes enzimáticos e resistência celular ao estresse oxidativo, do sêmen de perdizes (Rhynchotus rufescens) criadas em cativeiro e suplementadas com selênio [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-141415/
    • Vancouver

      Góes PA de A, Barnabe VH. Dosagem dos níveis de anti-oxidantes enzimáticos e resistência celular ao estresse oxidativo, do sêmen de perdizes (Rhynchotus rufescens) criadas em cativeiro e suplementadas com selênio [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-18072008-141415/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021