Exportar registro bibliográfico

Avaliação das alterações posturais e dos músculos pélvicos em mulheres portadoras de dor pélvica crônica (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: MONTENEGRO, MARY LOURDES LIMA DE SOUZA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: PELVE; DOR; POSTURA; SISTEMA MUSCULOSQUELÉTICO; FISIOTERAPIA
  • Language: Português
  • Abstract: (P=O.O1), escápulas (P<O.O1), e triângulo de Tales (P<O.O1). A freqüência de espasmo em músculos pélvicos foi de 58.3%. Mulheres com DPC e espasmo em músculos pélvicos, tiveram uma maior freqüência de dispareunia moderada e severa, que aquelas com DPC e sem espasmo em músculos pélvicos (P<O.O1) Conclusão: Uma grande proporção de mulheres com DPC apresentaram significativas alterações posturais e espasmo em músculos pélvicos, associados à dispareunia e altos índices sugestivos de depressãoIntrodução: Dor pélvica crônica (DPC) é definida como uma dor não menstrual e acíclica, com duração de pelo menos 6 meses e que necessita de tratamento clínico e/ ou cirúrgico. Sua etiologia não é clara, geralmente resulta de uma complexa interação entre os sistemas gastrointestinal, urinário, neurológico, ginecológico e músculo- esquelético influenciada ainda por fatores psicológicos e sócio- culturais. Alguns estudos demonstram uma associação entre alterações musculares e DPC, porém apesar do crescente interesse, são poucos os estudos que caracterizam estas alterações em mulheres portadoras de DPC. Objetivo: Caracterizar o acometimento postural e dos músculos pélvicos em mulheres portadoras de DPC. Metodologia: Foi realizado um estudo do tipo transversal incluindo 108 mulheres portadoras de DPC (grupo DPC) e 48 mulheres voluntárias saudáveis (grupo controle) com idade média entre 31 e 35 anos, atendidas consecutivamente no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP). Pra análise dos dados, foram realizadas análises univariadas e descritivas, utilizando teste t student ou Mann-Whitney e teste do Qui-quadrado ou teste exato de Fisher para análise de dados categóricos conforme mais apropriado. Considerou-se significante p<0,05. Resultados: Alterações posturais foram observadas mais freqüentemente no grupo DPC que no grupo controle, principalmente nos seguimentos cabeça (P<O.O1), coluna cervical
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MONTENEGRO, Mary Lourdes Lima de Souza; POLI NETO, Omero Benedicto. Avaliação das alterações posturais e dos músculos pélvicos em mulheres portadoras de dor pélvica crônica. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Montenegro, M. L. L. de S., & Poli Neto, O. B. (2008). Avaliação das alterações posturais e dos músculos pélvicos em mulheres portadoras de dor pélvica crônica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Montenegro MLL de S, Poli Neto OB. Avaliação das alterações posturais e dos músculos pélvicos em mulheres portadoras de dor pélvica crônica. 2008 ;
    • Vancouver

      Montenegro MLL de S, Poli Neto OB. Avaliação das alterações posturais e dos músculos pélvicos em mulheres portadoras de dor pélvica crônica. 2008 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021