Exportar registro bibliográfico

Caracterização geoquímica-isotópica e geocronologia do enxame de diques de Manaíra-Princesa Isabel (PB) - Província Borborema (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: MEJIA, CAROLINA PELAEZ - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GMG
  • Subjects: ENXAME DE DIQUES; GEOQUÍMICA ISOTÓPICA; GEOCRONOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O enxame de diques ácidos da região de Manaíra-Princesa Isabel aflora na porção centro-ocidental do estado da Paraíba, geograficamente limitada pelas cidades de Manaíra, Princesa Isabel e Tavares. Geologicamente, intrude um substrato composto por rochas granitóides neoproterozóicas representadas pelos plútons de Princesa Isabel e Tavares. Os diques estão alinhados na direção NNE-SSW, paralelamente às estruturas regionais, sendo limitados a norte por milonitos verticais da Zona de Cisalhamento de Juru-Belém. O enxame compreende nefelina sienitos a sienitos supersaturados en sílica, com afinidade peralcalina a sub-metaluminosa, potássica a ultrapotássica. Um conjunto menor de diques é ainda representado por álcali-granitos, com afinidade peraluminosa. A assinatura geoquímica-isotópica mostra forte enriquecimento em elementos imcompatíveis (Rb, Ba, K, Th, U, Sr), depleção pronunciada em Nb, e razões 'ANTPOT.87 Sr'/'ANTPOT.86 Sr' e 'ANTPOT.143 Nd'/'ANTPOT.144 Nd' (= 'épsilon'Nd negativos) muito radiogênicas. Estes resultados combinados sugerem uma fonte comum, provavelmente um manto litosférico enriquecido. Um componente de subducção, sugerido pelas anomalias negativas em Nb, seria o provável responsável pela modificação geoquímica desse manto. Por outro lado, razões 'ANTPOT.206,207,208 Pb'/'ANTPOT.204 Pb' mais baixas, em relação à média dos valores crustais, sugerem a participação conjunta de um componente não-radiogênico. Idades TDM entre 1,8-2,2 Ga indicam que oevento metassomático deve ter sido antigo, provavelmente relacionado à geração de crosta (em ambiente de arco) paleoproterozóica na região. Dados U/Pb SHRIMP em zircão e 'ANTPOT.40 Ar'/'ANTPOT.39 Ar' em anfibólio indicam idade c. 600 Ma para o magmatismo alcalino fissural na região de Manaíra-Princesa Isabel. Esse resultado é importante para definir um cenário geodinâmico de exumação crustal entre os dois picos de atividade magmática principal, a c. ) 630 Ma e 580 Ma, neste setor da Zona Transversal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.04.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PELÁEZ MEJÍA, Carolina; HOLLANDA, Maria Helena Bezerra Maia de. Caracterização geoquímica-isotópica e geocronologia do enxame de diques de Manaíra-Princesa Isabel (PB) - Província Borborema. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-19082008-084355/ >.
    • APA

      Peláez Mejía, C., & Hollanda, M. H. B. M. de. (2008). Caracterização geoquímica-isotópica e geocronologia do enxame de diques de Manaíra-Princesa Isabel (PB) - Província Borborema. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-19082008-084355/
    • NLM

      Peláez Mejía C, Hollanda MHBM de. Caracterização geoquímica-isotópica e geocronologia do enxame de diques de Manaíra-Princesa Isabel (PB) - Província Borborema [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-19082008-084355/
    • Vancouver

      Peláez Mejía C, Hollanda MHBM de. Caracterização geoquímica-isotópica e geocronologia do enxame de diques de Manaíra-Princesa Isabel (PB) - Província Borborema [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-19082008-084355/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021