Exportar registro bibliográfico

Espectroscopia de infravermelho de cristalitos de surfactantes (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: VIANA, ROMMEL BEZERRA - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Assunto: SURFACTANTES
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho é estudar o nível de organização dos cristalitos de surfactantes aniônico, catiônico e zwiteriônico com o aumento na densidade destas moléculas sobre um cristal de germânio. As análises foram realizadas por espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier acoplada à técnica de reflexão total atenuada (FTIR-ATR). Este estudo apresenta importantes aspectos na organização do dodecilsulfato de sódio (SDS), do N hexadecil N,N dimetil 3 amônio 1 propanosulfato (HPS), do brometo de hexadeciltrimetilamônio (CTAB) e do brometo de dodeciltrimetilamônio (DTAB). No SDS é observado um deslocamento de 1.7 cm 1 para valores de maior frequência na banda de estiramento assimétrico do CH2, ass(CH2), enquanto que é observado um deslocamento de 0.9 cm 1 na banda de estiramento simétrico, sim(CH2). Este deslocamento para valores de maior frequência nas bandas de estiramento está associado com um aumento na desorganização da cadeia alifática com o aumento na densidade de moléculas sobre o elemento de ATR. A banda de deformação angular do CH2, (CH2), apresenta um valor em 1468 cm 1 que é também um indicativo de desorganização. No CTAB não é observado variações acentuadas nos valores das frequências vibracionais. Na banda ass(CH2) do DTAB é observado um deslocamento de 4.5 cm 1 para valores de menor frequência. Embora seja observado valores próximos de 2920 cm 1 para a banda ass(CH2), que é um indicativo do estado líquido de surfactantes, o queé observado nesse estudo são cristalitos de DTAB. ) O deslocamento da banda sim(CH2) do DTAB é da ordem de 2 cm 1. Estas mudanças nas bandas ass(CH2) e sim(CH2) são um indicativo da diminuição nas conformações gauche e um aumento nas conformações trans ao longo da cadeia alifática. O valor da freqüência em torno de 1472 cm 1 para a banda (CH2) é também um indicativo de uma maior organização na cadeia de CH2 do DTAB. Para o HPS é observado um deslocamento de 2.6 e 2.7 cm 1 para valores de maior frequência nas bandas ass(CH2) e sim(CH2), respectivamente. A banda (CH2) do HPS apresenta um deslocamento de 4 cm 1 para valores de maior frequência. A variação nas bandas ass(CH2), sim(CH2), e (CH2) ressalta o aumento na desorganização da cadeia alifática com o aumento na densidade de moléculas de HPS sobre o germânio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIANA, Rommel Bezerra; PIMENTEL, André Silva. Espectroscopia de infravermelho de cristalitos de surfactantes. 2008.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-23062008-094327/ >.
    • APA

      Viana, R. B., & Pimentel, A. S. (2008). Espectroscopia de infravermelho de cristalitos de surfactantes. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-23062008-094327/
    • NLM

      Viana RB, Pimentel AS. Espectroscopia de infravermelho de cristalitos de surfactantes [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-23062008-094327/
    • Vancouver

      Viana RB, Pimentel AS. Espectroscopia de infravermelho de cristalitos de surfactantes [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-23062008-094327/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021