Exportar registro bibliográfico

Enterococos em amostras de alimentos e água: avaliação da virulência e do desempenho como indicadores de higiene (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: MALAVAZI, BRUNA CARRER GOMES - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBA
  • Subjects: ÁGUA (CONTAMINAÇÃO); HIGIENE DE ALIMENTOS; MICROBIOLOGIA DE ALIMENTOS; ENTEROCOCCUS (INCIDÊNCIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Enterococcus spp. Pertencem ao grupo das bactérias láticas e estão presentes em solos, águas, plantas, microbiota autóctone de vários alimentos e como membros da microbiota intestinal de humanos e animais. Esses microorganismos foram considerados por muito tempo como comensais, mas o aumento da severidade das infecções nosocomiais causadas por enterococos mutirresistentes a antimicrobianos e, a falta de conhecimento sobre seus fatores de virulência geram insegurança na utilização de cepas deste gênero na produção de alimentos como culturas fermentadoras e/ou probióticas. A diferença entre uma cepa de enterococos com potencial patogênico e outra aparentemente segura para uso em processamento de alimentos não é clara, e a probabilidade de que esta última adquira fatores de virulência merece investigação. O objetivo do presente projeto foi determinar características fenotípicas e genotípicas de Enterococcus spp. Isolados de amostras de alimentos e águas correlacionando sua presença com indicadores clássicos de higiene e contaminação fecal. De 812 colônias indicativas do gênero enterococos obtidas a partir de 120 amostras de alimentos, 299 isolados (37 'POR CENTO') foram presuntivamente caracterizados como Enterococcus spp. Após identificação por PCR, 139 (46,5 'POR CENTO') E. faecium, 80 (26,8 'POR CENTO') E. faecalis, 36 (12 'POR CENTO') E. casseliflavus e 8 (2,7 'POR CENTO') E. gallinarum. Produção de gelatinase foi detectada apenas em isolados de E. faecalis (61 'PORCENTO'). Um isolado de E. faecium (0,7 'POR CENTO') e isolados de E. faecalis (38,7 'POR CENTO') apresentaram perfil 'beta'-hemolítico. Produção de bacteriocina contra Lactobacillus sakei e/ou Listeria monocytogenes foi observada para 10 'POR CENTO' dos isolados de E. faecalis e 23 'POR CENTO' dos isolados de E. faecium. Hidrólise de sais biliares foi observada para 100 'POR CENTO' dos isolados de E. gallinarum, ) 86 'POR CENTO' E. casseliflavus, 65 'POR CENTO' E.faecalis e 62,6 'POR CENTO' de E. faecium. Alguns isolados de E. faecium apresentaram resistência à vancomicina, eritromicina e tetraciclina. Entre os isolados de E. faecalis não houve resistência à vancomicina, mas foi observada resistência à tetraciclina, eritromicina e alta concentração de gentamicina. Houve uma maior prevalência dos genes de virulência (esp, gel, ace, as, efaA e cylA) entre os isolados de E. faecalis quando comparado a E. faecium. Além disso, Oe isolados de E. faecalis, resistentes a antibióticos, mostraram forte adesão a células Caco-2 e capacidade de formação de biofilme em superfície abiótica. RAPD-PCR individualizou 14 cepas de E. faecium e 17 cepas de E. faecalis dentre os 52 isolados Enterococcus spp. Resistentes a antibióticos. A variabilidade dos resultados impediu o estabelecimento de uma correlação entre a presença ou contagem de coliformes, E. coli e enterococos nas amostras analisadas. Os dados deste trabalho sobre marcadores fenotípicos e genotípicos de virulência, e apresença de cepas resistentes a antibióticos evidenciam a necessidade da avaliação cuidadosa de linhagens de enterococs para aplicações em alimentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.09.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MALAVAZI, Bruna Carrer Gomes; DE MARTINIS, Elaine Cristina Pereira. Enterococos em amostras de alimentos e água: avaliação da virulência e do desempenho como indicadores de higiene. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-10102007-105510/ >.
    • APA

      Malavazi, B. C. G., & De Martinis, E. C. P. (2007). Enterococos em amostras de alimentos e água: avaliação da virulência e do desempenho como indicadores de higiene. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-10102007-105510/
    • NLM

      Malavazi BCG, De Martinis ECP. Enterococos em amostras de alimentos e água: avaliação da virulência e do desempenho como indicadores de higiene [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-10102007-105510/
    • Vancouver

      Malavazi BCG, De Martinis ECP. Enterococos em amostras de alimentos e água: avaliação da virulência e do desempenho como indicadores de higiene [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-10102007-105510/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021