Exportar registro bibliográfico

Neoplasias intracranianas em cães: uma abordagem diagnóstica (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: DINIZ, SYLVIA DE ALMEIDA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPT
  • Subjects: CÃES; SISTEMA NERVOSO CENTRAL; NEOPLASIAS; IMUNOHISTOQUÍMICA (TÉCNICAS)
  • Language: Português
  • Abstract: As enfermidades neurológicas, notadamente os tumores intracranianos, têm grande importância dentre os quadros mórbidos que acometem animais da espécie canina, principalmente em cães com mais de 5 anos de idade, com uma idade média de 9 anos. Os objetivos do presente estudo foram: avaliar os casos clínicos com suspeita de neoplasia, compilar os dados clínicos e exames complementares e relacioná-los com os achados anátomo-patológicos. Os tumores foram descritos quanto ao aspecto macro e microscópicos, elaborando-se o diagnóstico do neoplasma. Foram empregadas técnicas de imunoístoquímica para complementação das descrições de tais neoplasmas visando estabelecer comparação entre os aspectos morfológicos encontrados na espécie humana. Utilizou-se 14 cães com diagnósticos de tumores intracranianos, que foram avaliados através do exame físico geral e neurológico associado a exames de imagem (tomografia computadorizada, ressonância magnética, ecoencefalografia) e/ou eletrodiagóstico através de um eletroencéfalografo digital com mapeamento cerebral. A sintomatologia depende da localização do tumor, agressividade tumoral, tipo de formação e severidade da lesão associada. Subdividiram-se os cães em 4 grupos de acordo com a sintomatologia: grupo I (cães com alterações cerebrais); grupo II (cães com alterações cerebelares); grupo III (cães com alterações em tronco encefálico); grupo IV (cães com alteração mista). Os achados mais freqüentes nos animais acometidos foram:convulsões, alteração de comportamento, andar compulsivo, andar em círculos, progressão obstinada, déficits proprioceptivos e/ou motores e déficits vestibulares. A confirmação diagnóstica, caracterização histopatológica e classificação das neoplasias foram realizadas através de biopsia ou necropsia dos animais eutanasiados ou que vieram a óbito espontaneamente.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.01.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DINIZ, Sylvia de Almeida; MAIORKA, Paulo César. Neoplasias intracranianas em cães: uma abordagem diagnóstica. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-18032008-160911/ >.
    • APA

      Diniz, S. de A., & Maiorka, P. C. (2008). Neoplasias intracranianas em cães: uma abordagem diagnóstica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-18032008-160911/
    • NLM

      Diniz S de A, Maiorka PC. Neoplasias intracranianas em cães: uma abordagem diagnóstica [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-18032008-160911/
    • Vancouver

      Diniz S de A, Maiorka PC. Neoplasias intracranianas em cães: uma abordagem diagnóstica [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-18032008-160911/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021