Exportar registro bibliográfico

Relações entre as estruturas tectônicas, sedimentação coluvial e geomorfogênese da região de Manaus, Amazonas (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: SARGES, ROSEANE RIBEIRO - IGC
  • Unidade: IGC
  • Subjects: GEOMORFOLOGIA; ESTRATIGRAFIA; GEOLOGIA ESTRUTURAL
  • Language: Português
  • Abstract: O relevo da região de Manaus, porção nordeste do Estado do Amazonas, constitui um excelente exemplo de modificação de paisagem. Localizada entre dois rios de grande porte, o Negro e o Amazonas, esta região foi palco de eventos de denudação e movimentações tectônicas que ocorreram desde o final do Cretáceo. Parte da sedimentação resultante da atuação de processos denudacionais na região está documentada pelos depósitos coluviais, que foram subdivididos em quatro tipos, denominados DCA, DCB, DCC e DCD, com base na litologia e constituição dos litoclastos presentes. O DCA é constituído por cascalhos maciços sustentados pela matriz (fácies Cmsm), cascalhos maciços sustentados por clastos (fácies Cmsc) e areias maciças (fácies Am). O DCB consiste em cascalhos maciços com seixos de lamitos semi-flint (fácies Cmsf). O DCC compreende cascalhos maciços sustentados pela matriz (fácies Cmsm) e cascalhos finos com gradação inversa (fácies Cgi). Finalmente, o DCD corresponde a cascalhos maciços sustentados pela matriz (fácies Cmsm) ou por clastos (Fácies Cmsc) e cascalhos com gradação inversa (fácies Cgi). Estes depósitos foram formados em múltiplos eventos de coluviação que ocorreram provavelmente desde o Plioceno-Pleistoceno, sob influência de pulsos tectônicos. Os processos denudacionais associados a movimentos tectônicos foram responsáveis pela geração de suprimento sedimentar e construção do modelado, resultando na erosão e pediplanação das rochas sedimentares da bordanorte da Bacia do Amazonas. O relevo resultante é caracterizado por terraços fluviais, terraços erosivos, vales, planícies de inundação, divisores dissecados com topo agudo e divisores tabulares com topo côncavo a plano, com baixos ângulos de declividades (em média 8°). Estas feições geomórficas estão distribuídas nos compartimentos topográficos 'delta'h<50m, 'delta'h=75m e 'delta'h>100m. O compartimento 'delta'h<50m compreende as áreas de acumulações ) fluviais distribuídas ao longo dos rios Amazonas, Negro, Cuieiras, Tarumã Mirim, Tarumã Açu, Puraquequara e Preto da Eva. Os compartimentos 'delta'h =75m, que ocorre na região do rio Cuieiras, e 'delta'h>100m, que compreende a área entre os rios Tarumã Mirim e Preto da Eva, correspondem às áreas de ocorrência de divisores tabulares com diferentes graus de dissecação. Falhas normais sinsedimentares resultantes de esforços distensivos N-S que afetam a Formação Alter do Chão indicam que pulsos de movimentações tectônicas têm atuado na região desde o final do Cretáceo. Subseqüentemente, vigorou uma distenção radial, registrada por falhas e fraturas nos depósitos pós-cretáceos. A última fase está representada por esforços distensivos E-W, com falhas e fraturas que afetam perfis lateríticos imaturos e sedimentos quaternários. Estes movimentos tectônicos estão refletidos no relevo como inflexões abruptas ou segmentos retilíneos nos canais de drenagem, desembocaduras afogadas e alinhamentos de feiçõesgeomórficas. Os esforços tectônicos foram responsáveis por duas reorganizações na rede de drenagem, que imprimiram importantes modificações na paisagem da área. A primeira reorganização, miocena, está representada pelo paralelelismo dos rios Tarumã Mirim, Tarumã Açu, Puraquequara e Preto da Eva, tributários dos rios Negro e Amazonas, e associado à reversão do fluxo do rio Amazonas de oeste para leste, conforme o modelo proposto para a região. A segunda, de abrangência local e registrada na parte no oeste da área, imprimiu inflexões anômalas em trechos do canal do rio Cuieiras, promoveu capturas de drenagens e está associada à formação do compartimento 'delta'h=75m. Esta modificação local da rede de drenagem está relacionada à distenção radial pós-cretáceo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.03.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SARGES, Roseane Ribeiro; RICCOMINI, Claudio. Relações entre as estruturas tectônicas, sedimentação coluvial e geomorfogênese da região de Manaus, Amazonas. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-15082008-140644/ >.
    • APA

      Sarges, R. R., & Riccomini, C. (2008). Relações entre as estruturas tectônicas, sedimentação coluvial e geomorfogênese da região de Manaus, Amazonas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-15082008-140644/
    • NLM

      Sarges RR, Riccomini C. Relações entre as estruturas tectônicas, sedimentação coluvial e geomorfogênese da região de Manaus, Amazonas [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-15082008-140644/
    • Vancouver

      Sarges RR, Riccomini C. Relações entre as estruturas tectônicas, sedimentação coluvial e geomorfogênese da região de Manaus, Amazonas [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-15082008-140644/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021