Exportar registro bibliográfico

Fatores relacionados à adesão do paciente diabético à terapêutica medicamentosa (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: FARIA, HELOISA TURCATTO GIMENES - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: ENFERMAGEM; DIABETES MELLITUS; DOENTES (PROCEDIMENTOS TERAPÊUTICOS;TRATAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de um estudo descritivo e transversal, realizado em um Centro de Pesquisa e Extensão Universitária do interior paulista, em 2007. Objetivo geral: avaliar os fatores que interferem na adesão do paciente à terapêutica medicamentosa relacionada ao diabetes mellitus. Objetivos específicos: caracterizar os pacientes diabéticos segundo as variáveis sócio-demográficas e clínicas; identificar a terapêutica medicamentosa utilizada pelo paciente diabético; determinar a adesão do paciente diabético à terapêutica medicamentosa para o controle do diabetes; analisar as facilidades e/ou dificuldades enfrentadas pelos pacientes diabéticos na utilização dos medicamentos prescritos; e associar a adesão do paciente diabético à terapêutica medicamentosa com algumas variáveis relacionadas: ao paciente; ao relacionamento profissional-paciente; ao esquema terapêutico; e à doença propriamente dita. A população foi constituída por 46 pacientes diabéticos do tipo 1 e do tipo 2, que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Para a coleta de dados foram utilizados um questionário e o teste de Medida de Adesão ao Tratamento - MAT. Na análise, utilizou-se o programa estatístico SPSS - 11.5. Os resultados mostraram que a população do estudo caracterizou-se por pacientes com predomínio do sexo feminino, com mediana de idade 57 anos, 8 anos de estudo e 4,5 salários mínimos. A maioria dos sujeitos possui diabetes do tipo 2, com mediana do tempo de diagnóstico de 12,5anos e as co-morbidades mais freqüentes foram a hipertensão arterial e a dislipidemia. Quanto à terapêutica medicamentosa, 89,1% dos sujeitos utilizavam antidiabéticos orais, sendo que 26,1% utilizavam Biguanidas e também Biguanidas associada à Sulfoniluréia; e 41,3% deles faziam uso de insulina. Constatou-se, ainda, que 30,4% recebiam terapia combinada com antidiabéticos orais e insulina. No que se refere à adesão do paciente diabético ao tratamento medicamentoso ) para o diabetes, obteve-se 78,3% de adesão. Quanto às facilidades e/ou dificuldades para a adesão, 50% dos sujeitos adquiriam os medicamentos na Unidade de Saúde. A prevalência de adesão foi maior nos homens (85,7%); nos idosos (82,4%); nos sujeitos com mais de 12 anos de estudo (88,9%); com renda familiar superior a cinco salários mínimos (90%); e que receberam informações acerca da doença (84,6%) e informações específicas em relação ao medicamento prescrito (86,7%). Constatouse, também, que a adesão foi maior nos sujeitos com até cinco anos de diagnóstico (80%); que não modificaram a rotina de vida diária (81,1%,); não referiram efeitos colaterais (93,8%); não faziam uso de anti-hipertensivos (84,2%); e que apresentaram lacunas no conhecimento (80,8%). Cabe ressaltar que a prevalência da não adesão foi maior em indivíduos com hemoglobina maior que 7% (85,7%). Na realização dos testes estatísticos, para a maioria dos fatores analisados, obteve-se uma fraca associação com a adesão e asdiferenças na prevalência da adesão não foram estatisticamente significativas. Conclui-se que ao considerar que a prevalência da adesão obtida no presente estudo está abaixo do recomendado na literatura, torna-se urgente reconhecer a importância da mensuração da adesão dos pacientes diabéticos em tratamento medicamentoso para o controle do diabetes pelos profissionais de saúde, na vigência de um mau controle glicêmico e de uma suposta falência no esquema terapêutico instituído
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.01.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FARIA, Heloisa Turcatto Gimenes; ZANETTI, Maria Lúcia. Fatores relacionados à adesão do paciente diabético à terapêutica medicamentosa. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-12032008-100144/ >.
    • APA

      Faria, H. T. G., & Zanetti, M. L. (2008). Fatores relacionados à adesão do paciente diabético à terapêutica medicamentosa. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-12032008-100144/
    • NLM

      Faria HTG, Zanetti ML. Fatores relacionados à adesão do paciente diabético à terapêutica medicamentosa [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-12032008-100144/
    • Vancouver

      Faria HTG, Zanetti ML. Fatores relacionados à adesão do paciente diabético à terapêutica medicamentosa [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-12032008-100144/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021