Exportar registro bibliográfico

Habilidades auditivas de localização, memória e figura-fundo em crianças respiradoras orais (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SCHNECK, ANDRÉA PIRES CORRÊA - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Subjects: PERCEPÇÃO AUDITIVA; RESPIRAÇÃO BUCAL; CRIANÇAS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A literatura descreve que crianças respiradoras orais podem ter distúrbios de atenção e concentração dentre outros sinais e sintomas. Estes podem comprometer a aprendizagem; o rendimento escolar e acarretar transtornos do processamento auditivo. Objetivos: Este estudo teve o objetivo de avaliar o desempenho de crianças respiradoras orais para as habilidades auditivas de localização sonora, memória seqüencial verbal e não-verbal e figura- fundo auditiva e detectar possíveis indicadores de transtornos de processamento auditivo. Casuística e Método: Participaram deste estudo 34 crianças de ambos os gêneros, com a média de idade de 9 anos e 2 meses. Foram constituídos dois grupos um controle (GI) e um de respiradores orais (GIl). Os critérios de inclusão no GI foram: ausência de queixas auditivas, não ter antecedentes de otites médias de repetição; não possuir queixas respiratórias, não ter distúrbios de linguagem e de fala e saber ler. Os critérios de inclusão no GII foram: ausência de queixas auditivas, não ter antecedentes de otites médias de repetição; ter respiração oral, não ter distúrbios de linguagem e de fala e saber ler. Resultados: Quanto ao resultado da avaliação simplificada do processamento auditivo (ASPA) observamos que não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos estudados, mas o desempenho do grupo I foi melhor, pois no grupo II houve cinco crianças (66,66%) com alteração no teste de memória seqüencial verbal. A análisedos limiares dos reflexos acústicos mostrou limiares aumentados no GIl ao GI. No teste SSI, na relação MCI (S/R 0,-10,-15),na comparação entre as orelhas direita e esquerda, das crianças dos GI e GIl, houve diferença estatisticamente significante. Comparando as orelhas direita e esquerda, entre as crianças do GI e do GIl, nas relações MCI S/R 0, -10, -15, somente na relação S/R -15 do GIl houve diferença estatisticamente significante. Podemos concluir que as crianças do GIl no teste SSI, na relação MCI, tiveram o desempenho pior que as do GI, pois as crianças que falharam no teste apresentaram alterações nas habilidades de figura-fundo. Assim como as crianças que falharam na ASPA demonstraram alterações no teste de memória seqüencial verbal, demonstrando alterações nas habilidades ordenação temporal. Conclusão: Esses achados sugerem que crianças respiradoras orais apresentam problemas de atenção e concentração desencadeando alterações em habilidades auditivas importantes para o desempenho escolar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.01.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCHNECK, Andréa Pires Corrêa; ISAAC, Myriam de Lima. Habilidades auditivas de localização, memória e figura-fundo em crianças respiradoras orais. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Schneck, A. P. C., & Isaac, M. de L. (2008). Habilidades auditivas de localização, memória e figura-fundo em crianças respiradoras orais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Schneck APC, Isaac M de L. Habilidades auditivas de localização, memória e figura-fundo em crianças respiradoras orais. 2008 ;
    • Vancouver

      Schneck APC, Isaac M de L. Habilidades auditivas de localização, memória e figura-fundo em crianças respiradoras orais. 2008 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022