Exportar registro bibliográfico

Da ativação de neutrófilos pela lectina MNCF decorrem transcrição gênica e secreção de mediadores sustentadas em ambiente anti-inflamatório (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: TOLEDO, KARINA ALVES DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: NEUTRÓFILOS; ANTI-INFLAMATÓRIOS; TRANSCRIÇÃO GÊNICA
  • Language: Português
  • Abstract: O acúmulo focal de leucócitos, próprio da inflamação, é desencadeado por uma ampla gama de mediadores, de origens variadas. A migração das células ocorre em múltiplas etapas coordenadas e pode ser inibido por glicocorticóide, que exerce efeitos reguladores negativos-sobre a síntese/ou liberação de moléculas pró-inflamatórias e de adesão- e positivos -sobre a expressão de anexina-1, proteína de ação anti-inflamatória. Temos estudado o efeito indutor de migração de neutrófilos exercido por MNCF (macrophage derived neutrophil chemotactic factor), que é uma lectina ligante de galactosídeos, dotada da propriedade de recrutar neutrófilos mesmo em condição anti-inflamatória, gerada pelo tratamento com dexametasona. Essa atividade peculiar pode ter repercussões relevantes no desenho de estratégia terapêuticas para frear a inflamação quando ela causa lesão tissular. Isso justifica o especial interesse na compreensão dos mecanismos de ação de MNCF sobre neutrófilos humanos. Nesse contexto, demonstramos anteriormente que a interação de MNCF com componentes da matriz extracelular pode contribuir para que a ação desse agente supere o efeito antinflamatório da dexametasona (Toledo et al 2007). Neste trabalho, nosso objetivo é identificar as respostas de ativação dos neutrófilos determinadas por MNCF, de maneira a identificar diferenças entre essas respostas e as desencadeadas pro atraentes cujas ações sejam sensíveis ao efeito anti-inflamatório da dexametasona. Ensaios invitro demonstraram que MNCF, a partir de ligação à superfície celular, induz a migração de neutrófilos humanos, tanto normais como pré-incubados com dexametasona. Ao atuar sobre neutrófilos normais, MNCF induziu respostas qualitativamente muito similares às induzidas por outro atraente, quais sejam: (a) fosforilação de tirosino-quinases e de p38 MAP; (b) shedding de L-selectina; (c) desgranulação de grânulos secundários e vesículas secretórias, mas não de grânulos azurofilicos; (d) resistência à apoptose espontânea; (e) translocação nuclear do fator de transcrição NF-kB; (f) transcrição gênica e secreção de citocinas e quimiocinas pró- inflamatórias; (g) polarização celular. Os neutrófilos estimulados com MNCF em comparação aos estimulados com outro atraente (CXCL-8) - polarizaram mais tardiamente e apresentaram níveis superiores de transcrição de genes de mediadores inflamatórios. Quando neutrófilos pré-tratados com dexametasona foram estimulados, os níveis de transcrição gênica de mediadores inflamatórios foram mantidos frente a MNCF e inibidos frente a CXCL8. Dentre os mediadores que tiveram o gene transcrito em níveis altos inclui-se a própria CXCL8, cuja expressão protéica foi também avaliada. Neutrófllos -pré-tratados ou não com dexametasona- estimulados com MNCF secretaram altos níveis de CXCL-8 no sobrenadante. Já, frente a outros estímulos, neutrófilos pré-tratados com dexametasona tiveram a secreção de CXCL8 fortementeinibida. Nossos resultados indicam que os mecanismos envolvidos no fato da inflamação aguda desencadeada por MNCF ser resistente ao feito de glicocorticóide incluam a capacidade dessa lectina de induzir altos níveis de produção de mediadores inflamatórios, manifesta mesmo em neutrófilos pré-tratados com dexametasona. Nosso estudo está em consonância com os avanços feitos nos últimos dez anos no campo de investigações sobre neutrófilos, que atribuem a essas células funções mais complexas do que a ingestão e eliminação de microorganismos, com destaque para a sua capacidade de transcrever genes e expressar produtos que estão intimamente ligados às respostas inflamatória e imunitária
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TOLEDO, Karina Alves de; BARREIRA, Maria Cristina Roque. Da ativação de neutrófilos pela lectina MNCF decorrem transcrição gênica e secreção de mediadores sustentadas em ambiente anti-inflamatório. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Toledo, K. A. de, & Barreira, M. C. R. (2007). Da ativação de neutrófilos pela lectina MNCF decorrem transcrição gênica e secreção de mediadores sustentadas em ambiente anti-inflamatório. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Toledo KA de, Barreira MCR. Da ativação de neutrófilos pela lectina MNCF decorrem transcrição gênica e secreção de mediadores sustentadas em ambiente anti-inflamatório. 2007 ;
    • Vancouver

      Toledo KA de, Barreira MCR. Da ativação de neutrófilos pela lectina MNCF decorrem transcrição gênica e secreção de mediadores sustentadas em ambiente anti-inflamatório. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021