Exportar registro bibliográfico

Marcas simbólicas da história da enfermagem: a moeda brasileira de 400 réis (1936) (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: OGUISSO, TAKA - EE
  • Unidade: EE
  • Subjects: MOEDAS; HISTÓRIA DA ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo analisa a marca simbólica da enfermagem moderna presente na moeda de 400 réis da Série Brasileiros Ilustres cunhada em 1936. Tem por objetivos descrever, analiticamente, as circunstâncias em que ocorreu a cunhagem da moeda, o significado das marcas simbólicas e discutir o efeito simbólico dessa moeda para a Enfermagem. Pautados na perspectiva metodológica da microhistória, ou seja, a partir de registros difusos, pouco visíveis, considerados irrelevantes, pretende-se analisar os efeitos simbólicos evidenciados pela imagem da lâmpada grega, símbolo da enfermagem moderna, evidente no anverso da moeda que serviu de fonte principal à investigação. Resultados: As Moedas da Série Brasileiros Ilustres no Contexto Sócio-Político-Econômico e as marcas simbólicas na moeda brasileira de 400 reis mostraram-nos que as moedas cunhadas na série Brasileiros Ilustres, de 1936, homenagearam cinco personalidades. Entre os Brasileiros Ilustres figurou Oswaldo Cruz. Com base na numismática, é possível afirmar que a moeda de 1936 traz como elemento-símbolo de maior representatividade a lâmpada, símbolo da enfermagem moderna, já que esta é retratada no anverso da moeda, onde figura o valor monetário da mesma. A lâmpada no anverso da moeda foi uma representação objetal utilizada pela enfermagem moderna implantada no país em 1922. Ao articular as marcas simbólicas da moeda de 400 réis causa-nos estranheza encontrar a efígie de Oswaldo Cruz associada àlâmpada, símbolo da enfermagem. As marcas simbólicas dessa moeda de 400 réis, reproduzida em quase 10 milhões de peças e que circulou por 16 anos nas mãos de brasileiros que, possivelmente, não teriam compreendido o significado da lâmpada, mas é muito provável que o efeito simbólico tenha proporcionado visibilidade à enfermagem. Essa visibilidade é acompanhada da dominação masculina presente na enfermagem em diversos ritos institucionais. Mas, cabe destacar que, as enfermeiras souberam capitalizar ganhos simbólicos no campo da saúde, conquistando, aos poucos, prestígio e poder no espaço social da profissão. Considerações Finais - Os resultados indicaram a relevância dos estudos históricos para orientação profissional do enfermeiro, pois sua efetividade legitima e confere identidade profissional
  • Imprenta:
  • Source:
    • Título do periódico: Anais
  • Conference titles: Simpósio Ibero-Americano de História da Enfermagem

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PORTO, Fernando; MOREIRA, Almerinda; OGUISSO, Taka; CAMPOS, Paulo Fernando de Souza. Marcas simbólicas da história da enfermagem: a moeda brasileira de 400 réis (1936). Anais.. São Paulo: [s.n.], 2007.
    • APA

      Porto, F., Moreira, A., Oguisso, T., & Campos, P. F. de S. (2007). Marcas simbólicas da história da enfermagem: a moeda brasileira de 400 réis (1936). In Anais. São Paulo.
    • NLM

      Porto F, Moreira A, Oguisso T, Campos PF de S. Marcas simbólicas da história da enfermagem: a moeda brasileira de 400 réis (1936). Anais. 2007 ;
    • Vancouver

      Porto F, Moreira A, Oguisso T, Campos PF de S. Marcas simbólicas da história da enfermagem: a moeda brasileira de 400 réis (1936). Anais. 2007 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021