Exportar registro bibliográfico

A realização do objeto indireto anafórico: uma questão de aprendizagem? (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, LUIS EDUARDO DOS - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLL
  • Subjects: PORTUGUÊS DO BRASIL (ESTUDO E ENSINO); OBJETO INDIRETO
  • Language: Português
  • Abstract: Diversos estudos vêm apontando o desaparecimento do pronome clítico dativo de terceira pessoa em paralelo com a substituição da preposição a pela preposição para (pra na língua falada) na introdução de objeto indireto (OI) no português brasileiro (PB). Este fenômeno começa a partir de dados do século XIX, no entanto, tais estudos partem, em sua maioria, de dados da linguagem adulta, sendo que poucos tratam deste fenômeno no âmbito da aprendizagem. Esta dissertação investiga tais apontamentos com relação ao OI, partindo de análise de dados de testes escritos por 767 alunos cursando desde a 5ª série do ensino fundamental de ciclo II (EF II) até o 3º ano do ensino médio (EM). As construções que serão destacadas deverão ser apenas as com verbos do tipo dandi e dicendi, verbos com dois complementos, limitando-se à 3ª pessoa. Partindo da relação que diversos trabalhos fazem entre o clítico dativo e a preposição a (se lhe, então a), verificarei o que o aprendiz usa no lugar do dativo lhe e se substituem a preposição para pela preposição a, no papel de encabeçadora de OI. Uma questão importante nesta dissertação é saber se o tipo de escolha para o preenchimento do OI é uma questão de aprendizagem; saberemos, assim, se a escola recupera na escrita o que parece estar desaparecendo na fala, e, se recupera, o quanto e como se dá essa recuperação. Concluímos que a escola interfere no uso do tipo de preposição que encabeça o SP na modalidade escrita da língua; porém o clíticodativo lhe não acompanha a alternância da preposição ao longo das séries escolares. O aluno não associa a correlação entre os dois fenômenos. Confirma-se a nossa hipótese principal de que no processo de letramento a escola tende a recuperar as perdas lingüísticas, mas nem todas elas são passíveis de serem recuperadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.11.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Luis Eduardo dos; OLIVEIRA, Marilza de. A realização do objeto indireto anafórico: uma questão de aprendizagem?. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-13022008-102824/ >.
    • APA

      Santos, L. E. dos, & Oliveira, M. de. (2007). A realização do objeto indireto anafórico: uma questão de aprendizagem?. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-13022008-102824/
    • NLM

      Santos LE dos, Oliveira M de. A realização do objeto indireto anafórico: uma questão de aprendizagem? [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-13022008-102824/
    • Vancouver

      Santos LE dos, Oliveira M de. A realização do objeto indireto anafórico: uma questão de aprendizagem? [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-13022008-102824/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021