Exportar registro bibliográfico

A épica de Cláudio Manuel da Costa: uma leitura do poema Vila Rica (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: LIMA, DJALMA ESPEDITO DE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Assunto: LITERATURA BRASILEIRA (CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: Este ensaio estuda a invenção retórico-poética do poema épico Vila Rica, lido como uma composição que emula o costume da escrita das epopéias gregas, latinas e modernas, especialmente a Farsália de Lucano e a Henriade de Voltaire, atualizando, pelo intermédio do pensamento das preceptivas de Francisco José Freire, filtradas pela postura crítica de Voltaire, que deprecia a importância de muitas regras convenientes ao decoro do gênero épico. A epopéia de Cláudio Manuel da Costa é entendida como um exercício prático de poesia, orientado para o ensinamento da instrução moral e para a admiração do deleite poético, retratadas na atitude ideal do chefe militar português de uma encenação da história da pacificação das terras mineiras, produzindo uma gênese mítica heróica para a pátria mineira, buscando a perpetuação da memória na posteridade, seguindo o exemplo da poesia épica retratada no mundo hispano-colonial, no chamado Siglo de oro, que encena a descoberta e a pacificação das colônias pelos europeus, aplicando um estilo sublime na reinvenção de uma ação entendida como heróica. Ao realizar este movimento, permanecendo inédito por muito tempo, e pouco divulgado por séculos, o poema Vila Rica agrega uma fortuna crítica que se divide entre a apologia e o vitupério do texto, que representa o topos do utópico, na medida em que a paisagem retratada difere evidentemente daquela encontrada na Arcádia e nas margens do rio Mondego, mais adequadas à figuração do exemplar locusamoenus, da poesia idílica de Teócrito. Ao mesmo tempo, realiza a mitificação da história pela superposição de diversos fatos históricos, apresentados no Fundamento Histórico, encenados como tópicos da morte e do amor, orientando e evidenciando o caráter de valorização da glória dos feitos dos representados do reino português num herói portador da perfecta eloquentia, contra um suposto domínio da lei natural ) pelos nativos do Estado do Brasil, reinventando a história na agregação de uma glória poética a ser reconhecida ou inventada numa sociedade hierárquica que encena a si mesma num teatro de imagens e discursos. Exclui-se a subjetividade de um sujeito em conflito consigo próprio pela melancolia da paisagem rochosa, buscando-se a glória, além da tradição, demonstrando a honra da moral católica da sociedade colonial luso-brasileira no empenho da elucidação da história
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.10.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Djalma Espedito de; HANSEN, Joao Adolfo. A épica de Cláudio Manuel da Costa: uma leitura do poema Vila Rica. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8149/tde-25022008-103758/ >.
    • APA

      Lima, D. E. de, & Hansen, J. A. (2007). A épica de Cláudio Manuel da Costa: uma leitura do poema Vila Rica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8149/tde-25022008-103758/
    • NLM

      Lima DE de, Hansen JA. A épica de Cláudio Manuel da Costa: uma leitura do poema Vila Rica [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8149/tde-25022008-103758/
    • Vancouver

      Lima DE de, Hansen JA. A épica de Cláudio Manuel da Costa: uma leitura do poema Vila Rica [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8149/tde-25022008-103758/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021