Exportar registro bibliográfico

As representações do imaginário popular nos romances de Carlos de Oliveira (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: CESAR, MARIA CECILIA DE SALLES FREIRE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLT
  • Subjects: LITERATURA PORTUGUESA (CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO); TEORIA LITERÁRIA; FOLCLORE; LITERATURA POPULAR; NEORREALISMO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta tese é investigar o vínculo da prosa ficcional de Carlos de Oliveira com as tradições populares. Para tanto, foram escolhidos os quatro primeiros romances do escritor: Casa na Duna (1943), Alcateia (1944), Pequenos Burgueses (1948) e Uma Abelha na Chuva (1953). Além disso, como subsídio, foi analisada uma coletânea de contos populares que Carlos de Oliveira e José Gomes Ferreira publicaram em 1957, os Contos Tradicionais Portugueses. O conto popular, fonte rica de informação interdisciplinar, anônimo e ubíquo, é um documento vivo dos costumes, idéias e mentalidades de um povo, e suas representações acabaram por impregnar a ficção de Carlos de Oliveira, artista que viveu boa parte de sua vida numa região pobre e rural, a Gândara, que teve intensos reflexos em sua obra. Entre as representações do imaginário popular que foram rastreadas em seus romances, incluem-se entidades, crenças, mitos, provérbios e ditos populares. Como se procurou evidenciar, a tradição, porém, não é simplesmente incorporada a seus romances, mas problematizada e encarada sob o viés da ironia e da crítica. Na sua escrita ficcional, a linearidade fabular, estudada por Propp, Alain Dundes e outros, é rompida e, nesse processo, desvia-se da construção esquemática dos personagens dos contos tradicionais. Conforme neste trabalho se enfatizou, na passagem do tradicional ao literário, dá-se a quebra da exemplaridade, que é importante marca do conto popular. Pela inclusão dasanálises de capítulos de dois romances (Casa na Duna e Pequenos Burgueses), pretendeu-se pontualmente acrescentar como, reunindo o mítico, o anedótico e o mágico, essas mininarrativas recuperam o caráter oral dos causos famosos. O resgate de contos da tradição popular lhes dá ganho da longevidade nos romances de Carlos de Oliveira, pela competência artística de, transformando-os, atualizandoos, conceder-lhes outro ) futuro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CESAR, Maria Cecilia de Salles Freire; SANTILLI, Maria Apparecida de Campos Brando. As representações do imaginário popular nos romances de Carlos de Oliveira. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-20022008-110807/ >.
    • APA

      Cesar, M. C. de S. F., & Santilli, M. A. de C. B. (2007). As representações do imaginário popular nos romances de Carlos de Oliveira. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-20022008-110807/
    • NLM

      Cesar MC de SF, Santilli MA de CB. As representações do imaginário popular nos romances de Carlos de Oliveira [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-20022008-110807/
    • Vancouver

      Cesar MC de SF, Santilli MA de CB. As representações do imaginário popular nos romances de Carlos de Oliveira [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-20022008-110807/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021