Exportar registro bibliográfico

Violência contra a mulher: um estudo do homicídio e do suicídio no Município de São Paulo, 1980-2004 (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: BONOMI, MIRIAN REGINA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • Subjects: MORTALIDADE; MULHERES; VIOLÊNCIA; HOMICÍDIO; SUICÍDIO; COEFICIENTE DE MORTALIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: A violência é vista como uma questão de saúde pública, dado que suas conseqüências podem afetar o bem-estar físico e psíquico das populações. As violências, dentro da Classificação Internacional de Doenças (CID 10), estão enquadradas no capítulo XX, das causas externas de morbimortalidade - as violências auto-infligidas (como os suicídios) agrupadas como "lesões auto-provocadas voluntariamente" e as violências hetero-infligidas (como os homicídios) classificadas como "agressões". A violência costuma atingir mais os homens que as mulheres, mas estas sofrem, também, com a violência de gênero. O crescimento observado nas taxas de violência contra a mulher é preocupante, podendo vir a assumir as mesmas características da violência encontrada na população masculina. Estudaram-se as mortes violentas de mulheres da faixa de idade fértil, pois questões pertinentes a esse período podem tornar-se variáveis de influência para a perpetração da violência auto e hetero-consumada. Objetivo: Observar como se configura, no tempo, a mortalidade de mulheres em idade fértil em decorrência de homicídios e suicídios, para que se conheçam seus padrões, a fim de fornecer subsídios para planejar políticas públicas que atentem para a sua prevenção. Método: Os dados sobre os óbitos foram obtidos pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS), por meio do banco de dados do Datasus, disponibilizados em CD e na Internet. Foram observadas as variáveis: idade(10 a 49 anos), estado civil, tipo de suicídio ou homicídio e presença de gravidez ou estado puerperal. Foram utilizados como medidas os números absolutos, as proporções e os coeficientes. Foram estudados os dados do Município de São Paulo para os anos de 1980, 1985, 1990, 1995, 2000 e 2004. Resultados: Os coeficientes de suicídio diminuíram 55 por cento (de 3,6 para 1,6 óbitos por 100.000 mulheres em idade fértil). ) Os homicídios tiveram aumento até 2000, declinando em 2004, mas encerrando com um acréscimo de 50 por cento em seus coeficientes. As mulheres que apresentam maior risco de suicídio foram as de 40 a 49 anos, acompanhadas pelas mulheres de 20 a 29 anos; estas últimas apresentaram maior risco de homicídio, mas foi nas primeiras que ocorreu o maior incremento no coeficiente. Houve predomínio das mulheres solteiras, seguidas das casadas, am ambos os tipos de violência...
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.09.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BONOMI, Mírian Regina; MELLO JORGE, Maria Helena Prado de. Violência contra a mulher: um estudo do homicídio e do suicídio no Município de São Paulo, 1980-2004. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Bonomi, M. R., & Mello Jorge, M. H. P. de. (2007). Violência contra a mulher: um estudo do homicídio e do suicídio no Município de São Paulo, 1980-2004. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bonomi MR, Mello Jorge MHP de. Violência contra a mulher: um estudo do homicídio e do suicídio no Município de São Paulo, 1980-2004. 2007 ;
    • Vancouver

      Bonomi MR, Mello Jorge MHP de. Violência contra a mulher: um estudo do homicídio e do suicídio no Município de São Paulo, 1980-2004. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021