Exportar registro bibliográfico

Nível de adesão de empresas latino-americanas aos princípios de governança corporativa recomendados pela OECD (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: KITAGAWA, CARLOS HENRIQUE - FEARP
  • Unidade: FEARP
  • Sigla do Departamento: EAC
  • Assunto: GOVERNANÇA CORPORATIVA
  • Language: Português
  • Abstract: A govemança corporativa pode ser definida como um conjunto de mecanismos cujo objetivo é de amenizar os problemas de agência. No intuito de convergir esses mecanismos para um modelo aceito internacionalmente, a Oecd criou uma lista com seus Princípios de Governança Corporativa, adotados inicialmente por cerca de 30 países membros. A partir de então, foram promovidos encontros regionais objetivando a adaptação desses princípios à realidade sócio-econômica de determinadas regiões do planeta. Uma dessas regiões foi a América Latina, onde após os encontros ocorridos no Brasil, Argentina, México e Chile, esta Instituição formulou um documento contendo as diretrizes básicas com recomendações a respeito de práticas de governança específicos para esta região. Neste sentido, o presente trabalho busca identificar o nível de adesão de empresas latino-americanas aos princípios recomendados pela Oecd para a América Latina. Para tanto, o relatório da Oecd que expõe suas recomendações de govemança foram transformadas em 49 questões, subdivididas em cinco princípios. A coleta de dados se deu em duas etapas: a primeira consistiu na confrontação dessas questões com as legislações desses quatro países. A segunda etapa confronta as questões com as práticas das empresas, de modo a identificar procedimentos adicionais em relação ao que é exigido pela legislação. Os resultados obtidos apontam que, em termos gerais, o Brasil é o país com maior nível de adesão aosprincípios de governança corporativa recomendados pela Oecd, seguidos do México, Chile e Argentina. O principal ponto forte desta região são as recomendações contidas no Princípio I, que trata dos direitos dos acionistas. Por outro lado, os Princípios III, IV e V, que tratam, respectivamente, dos relacionamentos com stakeholders, evidenciação e transparência e das responsabilidades do conselho de administração, se apresentam como os principais pontos fracos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.11.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KITAGAWA, Carlos Henrique; RIBEIRO, Maísa de Souza. Nível de adesão de empresas latino-americanas aos princípios de governança corporativa recomendados pela OECD. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96133/tde-25042008-151237/ >.
    • APA

      Kitagawa, C. H., & Ribeiro, M. de S. (2007). Nível de adesão de empresas latino-americanas aos princípios de governança corporativa recomendados pela OECD. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96133/tde-25042008-151237/
    • NLM

      Kitagawa CH, Ribeiro M de S. Nível de adesão de empresas latino-americanas aos princípios de governança corporativa recomendados pela OECD [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96133/tde-25042008-151237/
    • Vancouver

      Kitagawa CH, Ribeiro M de S. Nível de adesão de empresas latino-americanas aos princípios de governança corporativa recomendados pela OECD [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96133/tde-25042008-151237/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021