Exportar registro bibliográfico

Avaliação da força de adesão à dentina de um cimento de ionômero de vidro modificado por resina associado a diferentes sistemas adesivos (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: PEREIRA, JOSE CARLOS - FOB
  • Unidade: FOB
  • Subjects: CIMENTOS DE IONÔMEROS DE VIDRO; ADESIVOS DENTINÁRIOS; DENTINA
  • Language: Português
  • Abstract: 1. Objetivos: Avaliar as seguintes hipóteses nula: 1) A aplicação de sistemas adesivos não melhora a força de adesão de cimentos de inômero de vidro modificado por resina (CIVMR) em dentina; 2) Não existe diferença, em termos de força de adesão, de diferentes tipos de adesivos, quanto empregados em dentina e restaurados com CIVMR. 2. Material e Métodos: Após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da FOB-USP, 20 terceiros molares humanos hígidos tiveram suas coroas seccionadas de modo tal a expor uma superfície de dentina coronária (médiasuperf ícial) isenta de esmalte. A smear layer criada foi padronizada com discos de lixa 180 grit. Os dentes foram divididos aleatoriamente em quatro grupos distintos, de acordo com o sistema adesivo utilizado. São eles: G1 (controle): sem adesivo; G2: Clearfil S3 Bond (Kuraray dental co., Japão - um passo); G3: One Step (Bisco Inc., EUA - dois passos); G4: All Bond 2 (Bisco Inc. EUA - três passos). Os sistemas adesivos foram empregados seguido-se rigorosamente as orientações de seus fabricantes. Em seguida, as coroas dentárias foram reconstruídas com o CIVMR restaurador de polimerização dual, Vitremer (3M ESPE, EUA). Após 24 horas de armazenagem a 37ºC em água, os espécimes foram preparados para o teste de microtração, em sua versão "non-triming" como descrito por Shono et al,1999. Assim, após uma série de cortes paralelos entre si, no sentido corono-apical, foi feita de modo dividir os dentes em "palitos" de dentina ematerial restaurador com seção transversal de aproximadamente 1mm2. Em seguida, cada palito foi levado a máquina de ensaios universais (EMIC DL500, Paraná, Brasil) e submetido à força de tração a uma velocidade de 0,5mm/min até seu rompimento. Fraturas pré-maturas foram consideradas como valor "zero" de adesão. Os resultados foram analisados estatisticamente pelo teste ANOVA a um critério e em seguida, pelo teste de Tukey. Em ambos os casos, o nível de ) significância adotado foi de 5%. 3. Resultados e discussão: Os resultados obtidos, expressos em MPa ± desvio padrão (n) foram: G1:11,72 ± 4,91 (45) ab; G2: 10,04 ± 5,06 (44) cb; G3: 13,73 ± 5,08 (32)a ; G4: 13,21 ± 4,02 (34)a , onde letras diferentes representam diferenças estatisticamente significantes (p<0.05). As comparações intragrupos revelaram que o uso de sistemas adesivos não melhora os valores de força de adesão imediata dos CIVMR. Acredita-se que devido às características intrínsecas do próprio material restaurador (como por exemplo, baixa resistência coesiva) limite a ação do uso de sistemas adesivos ou outro tratamento de superfície da dentina. 4. Conclusões: Os resultados sugerem que a aplicação de sistemas adesivos à superfície dentinária, como forma de melhorar a força de adesão de CIVMR pode não atingir o objetivo almejado. Por outro lado, o uso de sistemas adesivos auto-condicionantes (como no caso do G2: Clearfil S3 Bond) pode apresentar ainda um efeito adverso nos resultados de forçade adesão, significativamente inferior (p<0.05) àquele sem nenhum tratamento de superfície. Evidentemente, diferenças na composição de cada material, bem como a interação entre eles, de ser levada em conta, dada a existência de incompatibilidade química, algumas vezes já descritas na literatura
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo - SIICUSP

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORON, Bruna Mangialardo; PEREIRA, José Carlos; CURY, Álvaro Hafiz. Avaliação da força de adesão à dentina de um cimento de ionômero de vidro modificado por resina associado a diferentes sistemas adesivos. Anais.. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2007.
    • APA

      Moron, B. M., Pereira, J. C., & Cury, Á. H. (2007). Avaliação da força de adesão à dentina de um cimento de ionômero de vidro modificado por resina associado a diferentes sistemas adesivos. In Resumos. São Paulo: Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Moron BM, Pereira JC, Cury ÁH. Avaliação da força de adesão à dentina de um cimento de ionômero de vidro modificado por resina associado a diferentes sistemas adesivos. Resumos. 2007 ;
    • Vancouver

      Moron BM, Pereira JC, Cury ÁH. Avaliação da força de adesão à dentina de um cimento de ionômero de vidro modificado por resina associado a diferentes sistemas adesivos. Resumos. 2007 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020