Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento e sustentabildade: um estudo de alianças estratégicas intersetoriais no empreendedorismo social (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: MENDONÇA, LUCIANA ROCHA DE - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Subjects: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL; ALIANÇAS ESTRATÉGICAS
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo analisou duas experiências de alianças estratégicas intersetoriais realizadas entre empresas e comunidades na Amazônia no início do século XXI, com o intuito de identificar contribuições para as práticas de desenvolvimento sustentável a serem propostas por organizações privadas e públicas. Concluiu-se que, à despeito das necessidades de adaptação encontradas nos casos estudados, o aprendizado obtido com as práticas de alianças que vêm sendo realizadas na Amazônia, podem contribuir para o desenvolvimento socioambiental desta região. Percebeu-se um potencial imenso de alcançar resultados econômicos, sociais e ambientais se as alianças intersetoriais forem estimuladas e se elas passarem a fazer parte de fóruns de discussão mais amplos, superando preconceitos quanto ao papel de cada ator social e partindo de regras do jogo mais claras. Para chegar a esta conclusão foi montado um quadro teórico composto pela análise da dinâmica dos laços sociais em comunidades com pessoas provenientes de diversas regiões, e de algumas das formas possíveis de organização e participação comunitária. Também foi verificado se tais aspectos facilitavam ou dificultavam a criação e o respeito a regras formais e informais de convivência e o uso sustentável de recursos naturais. Além do papel do ambiente institucional e dos custos de transação em uma visão crítica do desenvolvimento sustentável. A motivação para este estudo se tornou evidente a partir do agravamento das conseqüências dosproblemas ambientais e da urgência de se apontar alternativas que envolvessem os diversos atores sociais para lidar com os complexos desafios inerentes a uma região que triplicou sua população desde a década de 1970, e que, apesar de inexistência de um modelo de desenvolvimento adequado às suas especificidades, ainda concentra uma parcela importante das riquezas naturais disponíveis no planeta. (contiua) (continuação) Tornando-se o foco da observação internacional e da busca de alternativas de geração de renda que se equilibrassem à manutenção da riqueza dos conhecimentos tradicionais sobre os recursos naturais. Passou-se a exigir das atividades econômicas empresariais uma convivência tranqüila com o extrativismo e a agricultura familiar, além do respeito às normas para que todos pudessem, efetivamente, contribuir para a redução da pressão sobre a floresta gerada pela extração de recursos superior à capacidade de reposição natural. A partir dos anos 1990, iniciou-se uma convergência de opiniões sobre a necessidade de integrar diversos agentes econômicos no esforço de promover o desenvolvimento, que devia ser entendido como o processo de transformação da sociedade não só em relação aos meios, mas também aos fins, produzindo benefícios comuns. Ampliando este conceito, o desenvolvimento sustentável passou a ser entendido como a utilização de recursos para atender às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras em atender as suas própriasnecessidades. Dar o salto dos modelos tradicionais para uma proposição de desenvolvimento sustentável vem exigindo mudanças de estratégias públicas e privadas e de atitudes individuais e coletivas. Diante disso, optou-se pela modelagem de uma pesquisa do tipo exploratório-descritiva com abordagem qualitativa, empregando o método de estudo comparativo de caos, o que propiciou a inferência de variáveis a serem testadas em posteriores pesquisas hipotético-dedutivas: imagem, estratégia de negócios, transparência, confiança mútua, atração de talentos e regularização fundiária. Procurou-se controlar as limitações e os vieses inerentes a este tipo de pesquisa utilizando ferramentais metodológicos como a criação de protocolos de pesquisa e a triangulação de técnicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.11.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENDONÇA, Luciana Rocha de; FISCHER, Rosa Maria. Desenvolvimento e sustentabildade: um estudo de alianças estratégicas intersetoriais no empreendedorismo social. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-31012008-140436/ >.
    • APA

      Mendonça, L. R. de, & Fischer, R. M. (2007). Desenvolvimento e sustentabildade: um estudo de alianças estratégicas intersetoriais no empreendedorismo social. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-31012008-140436/
    • NLM

      Mendonça LR de, Fischer RM. Desenvolvimento e sustentabildade: um estudo de alianças estratégicas intersetoriais no empreendedorismo social [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-31012008-140436/
    • Vancouver

      Mendonça LR de, Fischer RM. Desenvolvimento e sustentabildade: um estudo de alianças estratégicas intersetoriais no empreendedorismo social [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-31012008-140436/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021