Exportar registro bibliográfico

Efeitos da alocação de recursos humanos e da carga de trabalho de enfermagem nos resultados da assistência em unidades de terapia intensiva (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: BENTO, SHEILA CRISTINA TOSTA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: SERVIÇO HOSPITALAR DE ENFERMAGEM; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA (ENFERMAGEM); TRABALHO (RECURSOS HUMANOS)
  • Language: Português
  • Abstract: Estudo quantitativo, descritivo e prospectivo, realizado com o objetivo de analisar os efeitos da alocação de recursos humanos e da carga de trabalho de enfermagem nos resultados da assistência em duas unidades de terapia intensiva (UTIs), uma geral (UTI Geral) e outra cardiovascular (UTI-CV), com 25 leitos cada, de um hospital privado do município de São Paulo. Utilizou-se uma metodologia capaz de abranger 87% da variação dos cuidados requeridos pelos pacientes, composta por itens que incluem a dimensão biológica e psico-social do cuidado: o Patient Focused Solutions/Workload Measurement-Inpatient Methodology (PFS/WM-IM). Foram considerados indicadores de resultado: queda, erro de medicação, extubação não planejada, retirada acidental de cateter venoso central, retirada não programada de sonda nasogástrica, úlcera por pressão (UP), infecção urinária (ITU) e pneumonia desenvolvidas durante a internação hospitalar. Os dados foram obtidos dos prontuários e dos registros da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, além da escala diária de pessoal de enfermagem. Após 46 dias consecutivos de coleta de dados, a amostra final foi composta por 328 pacientes, sendo 166 da UTI Geral e 162 da UTI-CV. Observou-se predomínio de pacientes do gênero masculino (cerca de 56,0% em cada unidade), presença de idosos com 61 anos ou mais (65,1%), na UTI Geral, e entre 41 e 60 anos, na UTI-CV (48,2%), submetidos a tratamento clínico (54,8% na UTI Geral e 79,6% na UTI-CV) e médiade internação de 11,0 (±28,0) e 14,2 (±52,9) dias, nas UTIs Geral e CV, respectivamente. A maioria dos pacientes da UTI Geral foi proveniente do centro cirúrgico (41,6%) e da UTI-CV do pronto atendimento (51,9%). Após a alta, proporção semelhante de pacientes das duas Unidades (cerca de 56,0%) foram transferidos para a unidade de internação. A mortalidade observada no período foi de, respectivamente, 9,6% e ) 14,8% nas UTIs Geral e CV. Com relação à ocorrência de eventos adversos (EAs), na UTI Geral, 20 pacientes (12,0%) sofreram 26 EAs, ou seja, 14 e 6 pacientes foram vítimas de 1 e 2 eventos, respectivamente, sendo 11 retiradas não programadas de sondas nasogástrica, 5 UP, 3 erros de medicação, 2 retiradas acidentais de cateteres venosos central, 2 pneumonias, 2 ITU e 1 extubação não planejada. Na UTI-CV 9 pacientes (5,6%) sofreram 14 EAs, ou seja, 5, 3 e 1 pacientes sofreram 1, 2 e 3 EAs, respectivamente, sendo 5 UP, 4 ITU, 2 erros de medicação, 2 pneumonias, 1 retirada não programada de sonda nasogástrica. Os pacientes foram classificados predominantemente nas categorias 4 e 5 (média e alta complexidade de cuidados de enfermagem). Observou-se, em cada UTI, em média, 1 enfermeiro para 8 pacientes e 1 técnico de enfermagem para, no máximo, 2 pacientes. A média de horas disponíveis de enfermagem foi maior do que o recomendado pelo PFS/WM-IM, respectivamente 15,3 e 13,4h na UTI Geral (p
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.10.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BENTO, Sheila Cristina Tosta; PADILHA, Kátia Grillo. Efeitos da alocação de recursos humanos e da carga de trabalho de enfermagem nos resultados da assistência em unidades de terapia intensiva. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-26112007-151419/ >.
    • APA

      Bento, S. C. T., & Padilha, K. G. (2007). Efeitos da alocação de recursos humanos e da carga de trabalho de enfermagem nos resultados da assistência em unidades de terapia intensiva. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-26112007-151419/
    • NLM

      Bento SCT, Padilha KG. Efeitos da alocação de recursos humanos e da carga de trabalho de enfermagem nos resultados da assistência em unidades de terapia intensiva [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-26112007-151419/
    • Vancouver

      Bento SCT, Padilha KG. Efeitos da alocação de recursos humanos e da carga de trabalho de enfermagem nos resultados da assistência em unidades de terapia intensiva [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-26112007-151419/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021