Exportar registro bibliográfico

Avaliação dos efeitos do n-metil-3,4 metilenodioximetanfetamina (mdma-ecstasy) sobre parâmetros comportamentais, neuroendócrinos e de atividade de neutrófilos em camundongos (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: PAULA, VIVIANE FERRAZ DE - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: NEUROIMUNOMODULAÇÃO; CITOMETRIA DE FLUXO; DOENÇAS INFECCIOSAS
  • Language: Português
  • Abstract: Ecstasy é o nome popular do 3,4-metilenodioximetanfetamina (MDMA), uma droga de abuso muito utilizada por adultos jovens. Diferentes relatos de caso têm mostrado correlações positivas entre o abuso do Ecstasy e doenças infecciosas. Muitos estudos em modelos animais mostraram que o MDMA induz alterações de imunidade inata e adquirida; entretanto pouco se sabe sobre os mecanismos pelos quais estes efeitos ocorrem. Buscamos neste trabalho por efeitos da administração i.p. de MDMA sobre parâmetros comportamentais, neuroendócrinos e de atividade de neutrófilos e o fizemos à luz de mecanismos neuroimunomodulatórios. Nossos resultados mostraram que o MDMA (5,0; 8,0; 10,0 e 20,0 mg/kg) produz, 30 minutos após a administração (1) aumento da atividade locomotora avaliada no campo aberto e no LCE e (2) diminuição do burst oxidativo de neutrófilos após indução por Staphylococcus aureus nas doses de 8,0; 10,0 e 20,0 mg/kg. Adicionalmente, 60 minutos após a administração de 10,0 mg/kg observou-se (3) um aumento de atividade locomotora avaliada no campo aberto e no LCE, (4) aumento do turnover de noradrenalina e de dopamina no hipotálamo; (5) aumento do turnover de dopamina no estriato; (6) aumento dos níveis séricos de corticosterona; (7) diminuição do burst oxidativo após indução por SAPI e PMA e, também, da porcentagem e da intensidade de fagocitose por neutrófilos sanguíneos; (8) aumento do número de eritrócitos, da quantidade de hemoglobina e da porcentagem dohematócrito e diminuição do número de linfócitos sanguíneos; (9) diminuição do número total de células na medula óssea; (10) aumento do número de leucócitos e (11) diminuição do peso relativo do baço. A exposição in vitro ao MDMA (12) não alterou o burst oxidativo e a fagocitose por neutrófilos. Esses resultados sugerem que o MDMA produz ao mesmo tempo alterações comportamentais, neuroquímicas, endócrinas e imunológicas em camundongos. A estimulação motora dos ) animais parece relacionada a um aumento da atividade catecolaminérgica central e, muito especialmente, do sistema dopaminérgico estriatal. É possível sugerir que a alteração na imunidade inata após MDMA esteja relacionada ao aumento de atividade do eixo HHA e, conseqüentemente, dos níveis séricos de corticosterona. Não se descarta, porém, uma possível ativação do SNAS induzida pelo MDMA. Finalmente, observamos que o MDMA não tem efeito direto sobre neutrófilos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.08.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULA, Viviane Ferraz de; PALERMO-NETO, João. Avaliação dos efeitos do n-metil-3,4 metilenodioximetanfetamina (mdma-ecstasy) sobre parâmetros comportamentais, neuroendócrinos e de atividade de neutrófilos em camundongos. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47135/tde-23112007-155532/ >.
    • APA

      Paula, V. F. de, & Palermo-Neto, J. (2007). Avaliação dos efeitos do n-metil-3,4 metilenodioximetanfetamina (mdma-ecstasy) sobre parâmetros comportamentais, neuroendócrinos e de atividade de neutrófilos em camundongos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47135/tde-23112007-155532/
    • NLM

      Paula VF de, Palermo-Neto J. Avaliação dos efeitos do n-metil-3,4 metilenodioximetanfetamina (mdma-ecstasy) sobre parâmetros comportamentais, neuroendócrinos e de atividade de neutrófilos em camundongos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47135/tde-23112007-155532/
    • Vancouver

      Paula VF de, Palermo-Neto J. Avaliação dos efeitos do n-metil-3,4 metilenodioximetanfetamina (mdma-ecstasy) sobre parâmetros comportamentais, neuroendócrinos e de atividade de neutrófilos em camundongos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47135/tde-23112007-155532/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021