Exportar registro bibliográfico

Estudo da expressão imunoistoquímica das proteínas não-colágenas da matriz extracelular óssea e dos fatores de transcrição Cbfa1 e Sox9 em osteossarcomas e condrossarcomas de maxila e mandíbula (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: HIRAKI, KAREN RENATA NAKAMURA - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: OSTEOSSARCOMA; MANDÍBULA; MAXILA; PROTEÍNAS NÃO COLÁGENAS ÓSSEAS
  • Language: Português
  • Abstract: Osteossarcoma e condrossarcoma de maxilla e mandíbula podem apresentar aspecto histopatológico semelhante o que dificulta o diagnóstico diferencial. O objetivo deste trabalho foi estudar a expressão imunoistoquímica das principais proteínas não-colágenas da matriz extracelular óssea, a saber osteonectina (ONC), osteopontina (OPN), sialoproteína óssea (BSP) e osteocalcina (OCC), e dos fatores de transcrição Cbfa1 e Sox9 em 42 casos de osteossarcoma e 6 de condrossarcoma. Os resultados mostraram que em osteossarcoma a ONC foi positiva em células indiferenciadas, osteoblastos, matriz osteóide e matriz cartilaginosa e fracamente positiva em osteócitos e matriz mineralizada; a OPN e a aGC são positivas em células indiferenciadas, osteoblastos, osteócitos, matriz osteóide, matriz mineralizada e matriz cartilaginosa; a BSP é positiva em células indiferenciadas, osteoblastos, osteócitos, matriz osteóidee matriz cartilaginosa, mas a expressão na matriz mineralizada varia de negativa a positiva; o fator Gbfa1 é positivo em células indiferenciadas, osteoblastos e condrócitos e fracamente positivo em osteócitos; o fator Sox9 é fracamente positivo nos condrócitos nas áreas condroblásticas. Em condrossarcoma somente os condrócitos foram frequentemente imunorrreativos, sendo positivos para ONG, OPN e Gbfa1 e fracamente positivos para BSP, OGC e Sox9. As proteínas não-colágenas podem evidenciar a presença de matriz osteóide. A OGC foi o melhor marcadorimunoistoquímico para o osteossarcoma. Nenhum marcador foi intensamente reativo em condrossarcoma. Por não apresentar padrão de expressão exclusivo, os marcadores imunoistoquímicos usados não podem ser aplicados como único recurso para o diagnóstico diferencial entre osteossarcoma e condrossarcoma
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.03.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HIRAKI, Karen Renata Nakamura; SOUSA, Suzana Cantanhede Orsini Machado de. Estudo da expressão imunoistoquímica das proteínas não-colágenas da matriz extracelular óssea e dos fatores de transcrição Cbfa1 e Sox9 em osteossarcomas e condrossarcomas de maxila e mandíbula. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Hiraki, K. R. N., & Sousa, S. C. O. M. de. (2007). Estudo da expressão imunoistoquímica das proteínas não-colágenas da matriz extracelular óssea e dos fatores de transcrição Cbfa1 e Sox9 em osteossarcomas e condrossarcomas de maxila e mandíbula. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Hiraki KRN, Sousa SCOM de. Estudo da expressão imunoistoquímica das proteínas não-colágenas da matriz extracelular óssea e dos fatores de transcrição Cbfa1 e Sox9 em osteossarcomas e condrossarcomas de maxila e mandíbula. 2007 ;
    • Vancouver

      Hiraki KRN, Sousa SCOM de. Estudo da expressão imunoistoquímica das proteínas não-colágenas da matriz extracelular óssea e dos fatores de transcrição Cbfa1 e Sox9 em osteossarcomas e condrossarcomas de maxila e mandíbula. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021