Exportar registro bibliográfico

Indicadores da função respiratória frente ao posicionamento em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PADUA, GISLEY DE - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RMS
  • Subjects: RECÉM-NASCIDO DE BAIXO PESO; CAPACIDADE RESPIRATÓRIA; INDICADORES DE SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: As alterações respiratórias durante o aumento do volume gástrico, como na dieta por gavagem, acarretam algumas conseqüências ao recém-nascido pré-termo, alterando indicadores da função respiratória, como: aumento da freqüência respiratória e cardíaca, fadiga muscular, apnéias, cianose, hipoxemia e hipercapnia. Um posicionamento corporal adequado apresenta grande influência sobre a biomecânica da caixa torácica, pois serve como ponto de apoio à musculatura respiratória, ocasiona maior contratibilidade do músculo, altera a pressão pleural, aumenta o volume de ar pulmonar gerando menor esforço respiratório e menor desvantagem mecânica ao sistema respiratório. O posicionamento direcionado aos recém- nascidos prematuros promove uma reorganização sensorial, sono tranqüilo, menor gasto energético e menor desordem no equilíbrio muscular postural, promovendo menor índice de complicações futuras no desenvolvimento. O presente estudo propôs analisar através dos indicadores da função respiratória a resposta aos posicionamentos em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico durante a gavagem. Foi realizado um estudo com delineamento prospectivo, randomizado e tipo crossover. Foram estudados 16 recém-nascidos prematuros de 31 a 34 semanas de idade gestacional, com peso de nascimento até 2.500 g. Foram selecionados os recém-nascidos que recebiam a dieta via sonda oro-gástrica com volume total de 150 ml/kg/dia, que se encontravam do sétimo ao décimo dias devida, sem oxigenoterapia suplementar. Foi utilizado a cada administração da dieta I um posicionamento de decúbito diferente, sendo todos com 30º de elevação. Cada recém-nascido recebeu quatro gavagens com intervalo entre elas de 3 horas. Os decúbitos foram: lateral direito, lateral esquerdo, pronação e supinação. Os indicadores da função respiratória analisados foram: freqüência respiratória e cardíaca, saturação de oxigênio, tiragem intercostal, ) batimento de asa nasal e gemência. Os parâmetros foram coletados de dois em dois minutos a partir de cinco minutos antecedendo a gavagem até o quinto minuto após o término da administração da dieta. Os recém-nascidos acompanhados apresentaram média de 32 semanas de idade gestacional (desvio padrão, DP, 1,31), peso médio ao nascimento de 1.722 9 (DP 276,33). Na comparação entre os decúbitos, a freqüência respiratória média apresentou-se com valores mais altos durante toda a coleta em supinação e lateral esquerdo (média = 69 e 68, incursões por minuto, ipm) e os valores mais baixos foram encontrados em lateral direito e pronação (61 e 59 ipm). Nos posicionamentos em lateral direito e pronação a freqüência cardíaca média obteve os níveis mais estáveis e mais baixos durante toda a coleta, porém, a supinação apresentou os valores mais altos (média = 142,4, batimentos por minuto, bpm). No decúbito lateral esquerdo e supinação a saturação de oxigênio médio apresentou os menores valores (média geral = 94%) principalmente após agavagem. Na tiragem intercostal, no batimento de asa nasal e na gemência o lateral direito e pronação apresentaram maior ausência destes sinais, e o lateral esquerdo e supinação apresentaram maior freqüência a eles. Assim, conclui-se que os decúbitos lateral direito e pronação demonstraram maior repercussão positiva nos indicadores da função respiratória, sendo a supinação e lateral esquerdo as posições de maiores efeitos negativos nos recém-nascidos submetidos ao aumento do volume gástrico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.09.2007
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PÁDUA, Gisley de; MARTINEZ, Edson Zangiacomi. Indicadores da função respiratória frente ao posicionamento em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-03032008-131106/ >.
    • APA

      Pádua, G. de, & Martinez, E. Z. (2007). Indicadores da função respiratória frente ao posicionamento em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-03032008-131106/
    • NLM

      Pádua G de, Martinez EZ. Indicadores da função respiratória frente ao posicionamento em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-03032008-131106/
    • Vancouver

      Pádua G de, Martinez EZ. Indicadores da função respiratória frente ao posicionamento em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-03032008-131106/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020